Max Lucado: “No Brasil, taxa de suicídio aumentou gradativamente”

Max Lucado (Foto: Reprodução)
Max Lucado (Foto: Reprodução)

A sinopse do livro “Esperança Inabalável” de Max Lucado aborda temas como suicídio e depressão

No lançamento de seu livro “Esperança Inabalável” Max Lucado dialogou com o pastor Mark Batterson da Igreja da Comunidade Nacional, no Museu da Bíblia, onde explorou a natureza da felicidade.

A sinopse do livro traz temas como suicídio e depressão. “No Brasil, a taxa de suicídio aumentou gradativamente com o passar dos anos, e hoje essa é considerada a quarta principal causa de morte entre jovens. As pessoas estão morrendo por falta de esperança”.

Durante alguns sermões que pregou, o autor teve acesso a estatísticas sobre a felicidade e foi despertado a conhecer mais do assunto. Uma pesquisa realizada pela empresa Harris, alerta que um em apenas três americanos se considera feliz.

Lucado também encontrou vários dados sobre o assunto. “Como isso pode ser? Nunca vivemos em uma cultura mais avançada. Nunca vivemos em uma sociedade que tem mais avanços tecnológicos e sei que estamos longe de ser perfeitos”, e completou dizendo “mas há muitas coisas a serem feitas”.

Em seu novo livro “Esperança Inabalável”, o autor descreveu as palavras de Jesus onde diz “melhor dar do que receber”. Ao ler isso, seu espírito foi exaltado e ele ficou mais feliz. Entretanto, reconheceu que uma vida egocêntrica produz tristeza.

VERDADEIRA FELICIDADE

Max Lucado revelou que a verdadeira felicidade e duradoura ninguém pode tirar de você. Além disso, definiu a felicidade como um “sentimento profundamente enraizado de satisfação que não depende das circunstâncias”, revela.

Ao ser questionado se ele acha a felicidade difícil de encontrar, o autor disse: “Único em nossos dias e idades, único em nossa geração, único em especial em nossa sociedade, é esse bombardeio literal de marketing que procura dizer que estou infeliz”, completou.

John Maxwell, famoso especialista em liderança dos Estados Unidos, entrou na conversa. Segundo ele “É impossível ser egoísta e significativo ao mesmo tempo”.

Além disso, Lucado disse que as pessoas precisam de ajuda profissional para lidar com os sofrimentos da vida. Entretanto, mediante o convite de Jesus para servir e não ser servido “temos uma obrigação moral de ser feliz”.

O último livro do autor, “Esperança Inabalável” centra-se nos 50 versículos sobre “uns aos outros”. Segundo ele, nos lares mais saudáveis, existem cinco comentários positivos para cada negativo. “A melhor maneira de ser encorajado é incentivando. Você quer ser feliz amanhã? Faça alguém feliz hoje”, disse ele.

Durante o período de perguntas e respostas o autor foi questionado sobre diferentes pessoas e personalidades. “Algumas pessoas são mais reflexivas, talvez até melancólicas. Algumas são mais extrovertidas, mais positivas. Acho que é mais um desafio para os outros do que para alguns”, respondeu.

*Da Redação, Com informações de The Chrstian Post 

LEIA MAIS

Livro de Max Lucado ganha nova edição 
Max Lucado fala de ansiedade e depressão em seu novo livro