Famílias das vítimas do massacre EUA recebem apoio espiritual

Foto ilustrativa

Desde o último dia 14, quando aconteceu o tiroteio em uma escola em Parkland, Sul da Flórida, EUA, as famílias das vítimas estão recebendo apoio espiritual.

Igrejas evangélicas de várias partes do país tem se mobilizado para amparar as famílias das vítimas do massacre da escola no EUA. Dezessete pessoas morreram e 14 ficaram feridas. Além das orações dos pastores e lideranças religiosas do país, voluntários estão oferendo ajuda para os familiares.

Um dos grupos de ajuda é o Serviço Comunitário Adventista de Resposta a Desastres (ACS DR, sigla em inglês) da Flórida, EUA. Voluntários oferecem ajuda emocional e espiritual. Eles se juntaram aos integrantes da Cruz Vermelha americana que realizou uma vigília em homenagem as vítimas.

A Igreja montou um centro de ajuda para coordenar as ações de amparo as vítimas. “Falamos também com a Florida Voluntary Organizations Active in Disasters para saber como poderíamos ajudar. Nossos planos são para oferecer essa ajuda à comunidade, se as pessoas desejaram vir e conversar com provedores certificados de atenção emocional e espiritual, e estar preparados para ajudar se surgirem outras necessidades”, conta W. Derrick Lea, diretor do ACS DR.

Esta é a 18ª escola a sofrer tiroteio nos Estados Unidos somente neste ano. A Divisão Norte-Americana dos Adventistas do Sétimo Dia pediu para os membros orarem. “Por favor, mantenham nossas comunidades em oração”, pediu o líder regional.


Leia também

A igreja diante da tragédia do EUA

Autor da tragédia  em escola do EUA diz que “ouviu demônios”

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!