26.2 C
Vitória
segunda-feira, 26 outubro 2020

O difícil não é fácil – difícil é fazer o fácil

Mais Artigos

Mercado de ideologias

Ninguém em sã consciência pode negar a aproximação da ideologia progressista com o grande capital

A postura do homem no lar

Homens e mulheres não são, nem nunca foram oponentes, e sim foram criados e projetados pelo criador para serem ordeiros, unânimes e parceiros

Encontros que mudam a nossa história

Embora o tempo seja linear os recomeços são inevitáveis. O ponteiro que marca os segundos de um relógio gira recomeçando do zero a cada minuto. Recomeçar, em primeira análise é inevitável

A nossa mente trabalha aplicando em si a lei do conforto e do menor esforço

Por Lulinha Tavares

Essa era uma frase que me acostumei a ouvir do ex-presidente do Figueirense Futebol Clube – Nestor Lodetti – pessoa da qual tenho muito boas recordações. Digo que concordo plenamente com essa afirmação (O difícil não é fácil – difícil é fazer o fácil).

O ser humano tem uma incrível capacidade de descobrir soluções para situações difíceis e transformá-las em fáceis e acessíveis.

Ao descobrir que pedras produzem faíscas e faíscas produzem fogo e também poder controlar e usufruir dos seus benefícios fez com que o homem deixasse de destinar algumas horas para a mastigação dos alimentos no período neolítico.

Considerada a mais antiga indústria do mundo – a cerâmica se utilizava de barro endurecido no fogo e produzia vasos e tijolos, assim facilitou significativamente a vida do homem ao possibilitar o armazenamento e o transporte de alimentos e água e a construção de moradias.

Hoje podemos afirmar que temos o mundo na palma das nossas mãos. Através de um telefone celular, por exemplo, temos acesso a produtos e serviços, informação e entretenimento, dentre outros. E pasmem, dá até pra conversar através de um celular.

Por que digo isso? Porque com toda a modernidade e com toda a facilidade trazida por essa verdadeira avalanche de tecnologia devemos lembrar que a função principal de um celular é telefonar. Se não, vira tablet. Simples assim.

Possuímos também uma enorme capacidade de complicar o que é fácil e, muitas vezes, deixamos de fazer o básico, o simples, o essencial. Pense nisso!

Devemos entender que, a despeito de todas as facilidades que buscamos, a vida tem as suas dificuldades e devemos encará-las como são, e não apenas buscar atalhos para fugir da realidade ou acelerar inadvertidamente processos que precisam ser respeitados.

O atalho nem sempre é o melhor caminho. Lembre-se: Jesus é o Caminho e não o atalho.

A nossa mente trabalha aplicando em si a lei do conforto e do menor esforço e devemos invariavelmente entender que o difícil não é fácil – difícil é fazer o fácil.

Passamos a vida inteira engordando e queremos emagrecer em poucos dias.  É tão difícil entender que a maneira mais saudável de viver requer renúncia, esforço, superação, sacrifício e também tempo, e que isso não é fácil, mas possível?

Ao tentar facilitar o processo de metamorfose de uma lagarta ao se transformar em borboleta podemos comprometer, com toda boa intenção o seu voo. Assim como podemos prejudicar, e muito, o voo dos nossos filhos ao buscarmos facilitar demais o caminho deles.

Concordo plenamente com esse provérbio oriental:

Homens fortes criam tempos fáceis e tempos fáceis geram homens fracos,
mas homens fracos criam tempos difíceis e tempos difíceis geram homens fortes.

Tempo difícil como este por conta da COVID-19 além de dor, perdas e sofrimentos, também produz pessoas mais fortes, resistentes, amáveis, criativas e resilientes.

Não espere facilidade na vida, pois, esperar facilidade apenas aumenta a dificuldade. Valorizamos muito mais o que conquistamos com dificuldade. Acredito que a fé não torna as coisas fáceis – mas sim – possíveis.

O que é mais fácil: mudar os outros ou a nós mesmos? Então por que não fazemos o fácil?

Que tal ressignificar o sentido do chavão “sextou” que coloca o trabalho como apenas um fardo, um inimigo ou um senhor do qual precisamos nos livrar e comemorar na sexta-feira e nos entristecemos na segunda-feira ao reencontrá-lo?

Não é mais fácil ser grato por estar vivo, saudável e empregado em meio à crise?

Creia no que Jesus disse quando afirmou que no mundo teremos aflições. Jesus não veio para nos trazer facilidade e, sim, salvação. E essa salvação não é de graça, mas sim, pela graça e custou o preço de sangue.

Não existe evangelho sem arrependimento, sem negação de si mesmo e muito menos sem cruz.

Facilitamos as coisas quando damos a César o que é de César e quando damos a Deus o que é de Deus. Também assim o fazemos quando deixamos o passado no passado, quando não nos conformamos com esse mundo, quando nos contentamos com o que temos e quando seguimos firmemente para o alvo, independentemente das dificuldades.

Siga bem, em paz e feliz!

Lulinha Tavares é coach esportivo, formado em Educação Física, MBA-FGV/FIFA/CIES, especialista em Psicologia do Esporte, empresário, pastor e líder da Igreja Batista da Graça em Queimados (RJ)

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Quando Deus nos dá o livramento!

Assim que foi imobilizado pela equipe de resgate, mandou uma selfie para a namorada para contar que estava tudo bem. Saiba mais!

Conexão de hoje: “Salomão, meu sócio! E agora?”

O tema da live será “Salomão, meu sócio! E agora?”. Comunhão transmite Ao vivo, a partir das 19h. Assista aqui!

Dicas para fortalecer os laços familiares

Família perfeita não existe, mas, com ajustes, é possível conviver com leveza e alegria.

China vai proibir peregrinação individual a Meca

Visitas passam a ser coordenadas pela Associação Islâmica da China. Saiba mais!

Entrevistas

Davi Lago e Leonardo Gonçalves: a crise e a oportunidade de fazer diferente

Para Davi Lago e o cantor Leonardo Gonçalves, simplicidade, solidariedade e amor são ingredientes fundamentais para vencer a crise

Deive Leonardo: “A mensagem é superior ao tamanho do mensageiro”

Dono de um dos maiores canais de pregação do mundo, Deive Leonardo se define: “Buscamos em Deus as palavras, a forma e o jeito para que alcancemos o resultado”

Chuck Bentley: “Convide Deus para ajudar com suas finanças”

Presidente do Crown Financial Ministries, Chuck Bentley, 63 anos, dedica sua vida a ensinar os princípios financeiros bíblicos para as diversas classes sociais Chuck Bentley...

Fernando Miguel e sua relação entre a fé e o esporte

Líder nato e convicto do seu propósito, o atleta tem buscado cada vez mais superar desafios e perseverar nas dificuldades