“Quem eu não devo votar”

Foto: Reprodução

A principal arma dos cidadãos no regime democrático é o voto. É dever de todos o exercício da democracia, mas é necessário saber em quem votar.

É através do voto que cada cidadão participa dos destinos de sua nação. Diz a Constituição que “todo poder emana do povo e que em seu nome é exercido”. E como dizem os sociólogos, “todo povo tem o governo que merece”. O governante sai do meio do povo e é escolhido pelo povo.

O cristão precisa exercer sua cidadania na construção de uma sociedade justa e solidária. Por isso é importante despertar o senso global das responsabilidades políticas.

Segundo o pastor Paulo Eduardo, da Primeira igreja Batista de São Paulo, o país vive um dos momentos mais complexos em toda a sua história. “Nestas eleições, entendo que há questões suprapartidárias que estão em jogo. Há valores que se superpõem em relação às ideologias políticas que estão sendo decididos”, disse.

Em um vídeo publicado pela instituição que ele lidera, “para refletir, para viver”, o pastor exorta sobre em quem o cristão não deve votar. Segundo ele, o cristão deve prestar atenção, principalmente em candidatos que oprimem a fé cristã. Outro ponto é quanto a corrupção.

“Não voto em candidatos que se aliam com a proposta liberal, que acabam se transformando em ditaduras. São liberais que não aceitam modos diferentes de pensar, como por exemplo a ideologia de gênero. Eu não voto em quem se auto proclamam cristãos, mas que participam de esquemas vergonhosos de corrupção. Deus abomina isso. É preciso ser íntegro, correto e generoso”, orientou.

E acrescentou: “Esses conselhos são para que chegue nas urnas no domingo e participe de tal forma que os país seja acrecido com o seu voto. Que Deus tenha compaixão de nossa nação”, concluiu.

Reflita


Leia mais

Como deve ser o voto do cristão?
O voto do cristão de acordo com a Bíblia
O cristão na vida política
Política segundo a Bíblia
Davi Lago fala sobre a voz dos cristãos na política

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!