Aborto – Protesto une evangélicos e Católicos em Curitiba

Foto: Reprodução

A Manifestação Pela Vida acontece um mês após a vitória do Movimento Pró-Vida na Argentina. O protesto foi o maior protesto contra a descriminalização do aborto dos últimos tempos no Brasil.

Um ato público em defesa da vida reuniu mais de 600 pessoas no último sábado (15) em Curitiba (PR). A Manifestação pela Vida acontece pouco mais de um mês depois de um projeto de lei pró-aborto ter sido derrubado no Senado argentino após pressão popular.

O ato contou com a participação de representes das igrejas evangélicas de diversas denominações, católicos, além de autoridades e representantes de entidades sociais do Estado. Faixas e cartazes exibidos durante o protesto lembraram que a maior parte da população é contra o aborto.

Evento também teve testemunhos e discursos de várias lideranças religiosas. Os manifestantes querem chamar atenção dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), discutem a descriminalização do aborto até a 12ª semana.

“Onze pessoas não eleitas pelo povo não podem decidir pela vida ou morte das crianças em gestação, sem passar o projeto de lei pelo poder legislativo”, declarou o bispo Robson Rodovalho, presidente da Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra.

Aborto no Brasil

No Brasil, o aborto é permitido somente nos casos de anencefalia do feto, gravidez resultante de estupro e quando a gestação representa um risco para a vida da mulher, nos termos do Código Penal.

O STF promoveu uma audiência pública em agosto para discutir a descriminalização do aborto até a 12ª semana. A relatora da ação, ministra Rosa Weber, disse que a decisão passa por um período de amadurecimento. E não deu prazos para o julgamento.

*Com informações do Gazeta do povo


Leia mais

Evangélicos e Católicos se unem contra o Aborto
ABORTO
STF retoma debate sobre descriminalização do aborto

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!