MC Anderson

Gaúcho da zona sul de Porto Alegre, Anderson Soares cresceu em meio às dificuldades da periferia. Na adolescência, acabou se envolvendo com drogas e, consequentemente, com o crime. Sempre ligado à música, mais especificamente ao rap, ele formou vários grupos e participou de diversos festivais e concursos. Porém, o vício se tornou um empecilho para a realização de seus sonhos, que ficavam cada vez mais distantes. Diante de tanto sofrimento, resolveu procurar ajuda. Com o apoio da família, foi internado numa casa de recuperação em maio de 2004. Lá, conheceu Jesus e percebeu que somente Ele era o remédio para sua doença. Seu coração foi entregue ao Senhor na busca do conhecimento da Palavra, meditando e orando.

“Em 2005, fui batizado nas águas. Naquele momento, senti que Deus tinha algo a mais para mim. Então, comecei a compor louvores. Percebi que poderia agregar meu talento à obra do Senhor por meio do rap. Comecei a ministrar em diversas igrejas do Estado do Espírito Santo, onde vivo há 12 anos, e do Rio de Janeiro, participando de congressos, cultos jovens e eventos evangelísticos ao ar livre, ocasiões em que tenho impactado muitas vidas com meu testemunho”, disse.

Tendo o CD “Glorifica” como seu primeiro projeto, o cantor, membro da comunidade Batista Cristã do Bairro Santa Mônica em Vila Velha, explica que o álbum reúne oito faixas com participações de rappers capixabas como Levita Jó, Jão e Mister Junior, além de Pedro, do Ministério Êxodo, do Rio Grande do Sul. “Algumas faixas foram produzidas no estúdio A2, em Cobilândia, Vila Velha, por Herikson, baterista da banda Korus, e outras, no estúdio Macrophono, em Vitória, pelo DJ Erick Jack. Esse projeto chega ao mercado com a intenção de levar a Palavra de Deus àqueles que se identificam com o ritmo e querem ouvir uma mensagem de incentivo. Com um estilo próprio, procuro pôr nas composições o que eu fui e o que Deus e Sua misericórdia fizeram por mim”, explicou. Anderson, de 39 anos, lembra que a música de trabalho é a faixa-título, criada para trazer uma reflexão sobre a importância de manter a vivacidade, mesmo diante das adversidades que a vida apresenta. “Mesmo em meio às dificuldades, não podemos esmorecer e devemos agradecer a Deus por todos os nossos dias.”

Formado pelo Conselho Federal de Juízes do Tribunal Eclesiástico como capelão, ele foi líder de teatro do Instituto de Artes Cristã (IAC), onde também desenvolveu assistência social e o evangelismo. Em 2015, com o apoio da Doggueto Hip-Hop Wear, lançou a primeira coletânea de rap cristão do Estado (somente com grupos capixabas).

Ouça uma das músicas do MC Anderson – Glorifica 

 

Contato
Telefones: (27) 99811-3042

E-mail: gauchosalvo@hotmail.com 
Facebook: www.facebook/andersonsoarez