Azerbaijão – nova emenda aumenta perseguição religiosa

Foto: Reprodução

O Azerbaijão ocupa a 45ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018, segundo a organização Portas Abertas.

Foi aprovada uma nova emenda no código religioso do Azerbaijão, sudoeste da Ásia. Segundo a emenda, a reunião de grupos religiosos sem registro oficial pode ser punida com um a dois anos de prisão e multas ainda mais altas. Ano passado, a igreja do pastor Mehman pagou uma multa de 1.500 manat, a moeda local, equivalente a quase 3 mil reais. Agora, essa multa seria de 2 a 5 mil manat para a primeira infração e mais alta para a segunda.

O pastor Mehman afirma que há vários grupos de igrejas subterrâneas em seu vilarejo, então a notícia sobre a nova lei o entristece. “Corremos o perigo de ser presos e multados de novo. Por favor, orem por nós; nós realmente precisamos de suas orações”, é o seu pedido à igreja livre.

Azerbaijão

Situado no sudoeste asiático, o país tem vizinhos como a Rússia e o Irã. O país tem uma forte influência do islã tradicional, que está crescendo a cada dia em diversas regiões do país.

Além da questão de perseguição religiosa, a nação sofre com os ataques nacionalistas e étnicos. Cristãos azeris são considerados traidores.

Portas Abertas

Portas Abertas é uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus. Seu propósito é fortalecer a parte do corpo de Cristo que enfrenta perseguição, para que, permanecendo firme, seja o sal da terra e a luz de Cristo onde estiver.


Com informações do Portas Abertas

Aproveite as promoções especiais na Loja da Comunhão!