25 C
Vitória
quarta-feira, 2 dezembro 2020

As palmeiras, o templo e as nações

Leia também

USP lança teste rápido de covid-19 pela saliva

Um dos grandes desafios dos pesquisadores foi padronizar o teste, ou seja, criar soluções químicas que mantivessem o coronavírus estável

O Tribunal de Justiça do Rio escolheu seu novo presidente

Henrique Figueira, que foi deputado estadual no Rio e ocupou secretaria na prefeitura durante a gestão Cesar Maia (PFL, hoje DEM)

Azul antecipa fim de acordo de redução de jornada

A redução de salário era de 45% entre o terceiro trimestre de 2020 e o primeiro trimestre de 2021, quando o porcentual começa a cair

O que Jesus queria nos ensinar quando entrou em Jerusalém montado num jumento aos gritos de hosana?

Imediatamente após a chegada de Jesus em Jerusalém em meio a ramos de palmeiras, Mateus, Marcos e Lucas registram que sua próxima parada é limpar o Templo. O que a clareira do Templo tem a ver com os ramos das mãos e o desfile de antes? Por último e mais importante, o que esses dois eventos têm a nos dizer quando nos preparamos para celebrar a ressurreição de Jesus nas igrejas divididas por raça e classe?

O Templo e os ramos falam com uma voz comum. Eles revelam a visão de Deus para a paz entre as etnias e nossa reconciliação sob o reinado universal de Jesus. Para ouvir essa voz comum, devemos prestar muita atenção às Escrituras que Jesus usa para interpretar suas ações naquele fatídico nos dois primeiros dias da Semana Santa.

Além da humildade

O Domingo de Ramos começa com Jesus nos arredores de Jerusalém instruindo seus discípulos a lhe trazer um jumento para cavalgar na cidade. Os escritores do evangelho deixam claro que esse gesto real é uma representação dramática de Zacarias 9: 9. A seção citada nos Evangelhos diz: “Não tenha medo, Filha de Sião; Vê, o teu rei está vindo, sentado no jumentinho”(João 12:15).

Nesta leitura das ações de Jesus, o Domingo de Ramos revela sua humildade. Ele não é como os outros reis que entram em cidades em cima de cavalos de guerra em comemoração à vitória sangrenta cercada por aqueles que a sociedade considera dignos. Ele é o rei humilde que salva morrendo pelos pecados do mundo. O cuidado de Jesus com os humildes é fonte de consolo para as pessoas oprimidas. O Messias se torna a base de um senso restaurado de dignidade em uma cultura que muitas vezes negou sua personalidade. Essa interpretação do Domingo de Ramos tem muito a elogiá-lo, e não tenho intenção de desvendá-lo. No entanto, quero destacar um tema que muitas vezes é ignorado.

A primeira regra para entender as citações do Antigo Testamento no Novo Testamento é voltar ao contexto original e ver como isso informa o uso do Velho Testamento no Novo Testamento. Quando voltamos e vemos o contexto mais amplo de Zacarias 9: 9, observamos um foco na reconciliação das nações.

Alegra-te muito, Filha de Sião! Grita, Filha de Jerusalém! Veja, seu rei vem a você, justo e vitorioso, humilde e montado em um burro, em um jumentinho, o potro de um jumento. Eu tirarei os carros de Efraim e os cavalos de guerra de Jerusalém, e o arco da batalha será quebrado. Ele proclamará a paz às nações. Seu domínio se estenderá de mar a mar e do rio até os confins da terra. (Zc 9: 9-10)

De acordo com Zacarias, a vinda do Messias sinalizará o fim da guerra em Israel. As armas são guardadas! Em vez de palavras de violência, o Messias falará palavras de paz às nações. Dito de maneira diferente, de acordo com Zacarias 9:9-10, a vinda do Messias não envolve a destruição das nações, mas a extensão da bênção às nações.

As palavras “de mar a mar e do rio até os confins da terra” em Zacarias 9:10 são extraídas do Salmo 72: 8. O Salmo 72 diz que as promessas abraâmicas de bênção às nações serão cumpridas através do governo justo, justo e internacional do Rei davídico: “Que o seu nome durar para sempre; pode continuar enquanto o sol. Então todas as nações serão abençoadas por ele, e eles o chamarão abençoado ”(Sl 72:17).

A escolha de Jesus de Zacarias 9:9-10, então, diz que sua vinda significa que o plano de Deus de trazer bênçãos às nações ocorrerá em e através de seu reinado. Este reinado será conhecido pela paz entre judeus e gentios e bênçãos para todos. O Domingo de Ramos não é apenas sobre humildade; também sobre o reino expansivo do Filho.

Portanto, lembremo-nos do Domingo de Ramos corretamente conscientes de que Deus chamou os povos divididos da Terra (negros, brancos, latinos, asiáticos) para a paz e a reconciliação. Isso não é anacronismo. Esta é a aplicação das boas novas em Cristo à realidade da vida em nossos dias. Devemos desejar nos reconciliar com nosso irmão ou perder um aspecto crucial do que o Domingo de Ramos ensina.


Esau McCaulley. Com informações do Christiany Today

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Tudo na Bíblia pode ser aplicado a nós hoje?

"Os princípios divinos são imutáveis" A Bíblia Sagrada é um livro de princípios com verdades aplicáveis a todas as pessoas em todas as épocas (Rm. 15:4)....

Descondicionar é preciso!

Com fé, em nome de Jesus, nós podemos quebrar as algemas do condicionamento, livrarmo-nos do comodismo, superar dificuldades, e tornarmo-nos mais do que vencedores

Jesus no Velho Testamento

A Bíblia com suas histórias e personagens é a Palavra da vida e a Palavra viva, que vai além das letras e do que imaginamos! É possível encontrar Jesus em todas as partes das escrituras Sagradas. Saiba mais!

A igreja deve se posicionar sobre as eleições?

Anônimo A Igreja Adventista reconhece as obrigações do exercício da cidadania, mas não possui e nem mantém partidos políticos, não se filia a eles, tampouco...

O batismo nas águas é indispensável à salvação?

Pergunta anônima Batismo nas águas, segundo as escrituras, é uma ordenança do Senhor Jesus: “Portanto, ide e fazei discípulos de todos os povos, batizando-os em...

Estou livre para me casar novamente?

Pergunta anônima O padrão divino para o casamento é, segundo as palavras de Jesus, que seja indissolúvel (Mc 10:9). Entretanto, no caso em tela, uma...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Conferência Paixão pela Juventude 2020

Realizado pela Juventude Batista Brasileira, evento será online e acontece em duas datas. A primeira será neste sábado, 28, e a segunda, dia 5 de dezembro. Saiba mais!

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 
- Publicidade -

Plugue-se

3 palavrinhas é indicado ao premio Gerando Salvação

Na categoria “Projeto Infantil”, o 3 palavrinhas, que é considerado o maior canal infantil gospel do mundo, concorre ao lado de Aline Barros e outras estrelas do segmento. Saiba mais!

Saiba mais sobre o cristianismo em alguns livros

No Dia do Evangélico Comunhão selecionou 10 livros para estudar e conhecer mais sobre o cristianismo. Saiba mais!

Funkeira Ludmilla no gospel?

Em live no Instagram, nesta quinta (26), a funkeira Ludmilla falou do desejo de apostar na carreira gospel e afirmou ter "recebido um chamado" para levar a palavra de Deus aos fãs. Saiba mais!

“40 Dias – O Milagre Da Vida” nas plataformas de streaming

Filme foi lançado no dia 15 de outubro, em mais de 200 salas em todo o Brasil. E agora será possível assistir em casa, pelo seu aplicativo. Saiba mais!