back to top
27.7 C
Vitória
terça-feira, 21 maio 2024

‘Virgindade é uma invenção”, anuncia clínica de aborto

Foto: Reprodução

Segundo a instituição, o tema é abordado com discriminação contra aqueles que não se identificam como heterossexuais

Por Patricia Scott

A virgindade é um “conceito completamente inventado”. Esta afirmação consta no vídeo sobre educação sexual veiculado, no final de janeiro, pela Planned Parenthood (Paternidade Planejada), que é a maior clínica de aborto dos Estados Unidos.

De acordo com a mulher que surge no vídeo, a palavra “virgindade foi criada simplesmente para controlar e envergonhar as pessoas”. Ela também afirma que o tema virgindade tratado com discriminação contra aqueles que não se identificam como heterossexuais. Todo conteúdo foi postado nas plataformas de mídia social da organização.

O conteúdo do vídeo contém linguagem inadequada para leitores mais jovens, segundo o site Faithwire. “A mulher diz que a virgindade é algo maluco e que sexo significa coisas diferentes para pessoas diferentes”.

- Continua após a publicidade -

Na contramão da Bíblia

A mulher questiona ainda no vídeo da organização: “Onde é que essa definição [referindo-se à virgindade] tem a ver com as pessoas queer?”. Assim, ela passa a detalhar, explicitamente sobre as várias formas de envolvimento sexual.

Ela justifica o argumento ao mencionar o “duplo padrão” social ao tratar o sexo e a virgindade de maneira diferenciada com relação a homens e mulheres. “A sociedade pode pressionar os homens por não fazerem sexo, ao mesmo tempo em que envergonha as mulheres por fazê-lo”.

Com o intuito de banalizar o tema, a mulher incentiva os espectadores a “ignorar totalmente a ideia de ‘perder a virgindade’ e substituí-la por ‘ganhar algo’” na prática da primeira relação sexual.

O que a Bíblia diz?

As Escrituras deixam bem claro que o sexo foi instituído por Deus para ser praticado por um homem e uma mulher a partir do casamento, que representa uma relação de aliança. Assim, o sexo antes do matrimônio é pecado.

O relacionamento sexual é mais que um ato de prazer. É uma união física e espiritual entre o casal. “Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne”, Gênesis 2.24.

Segundo a Bíblia, quem quer ter um relacionamento sexual deve se casar primeiro, conforme Paulo escreveu em 1 Coríntios 7.9: “Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo”. Já o autor de Hebreus (13.4) disse: “O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros”.

No casamento, o casal recebe a bênção de Deus (Mateus 19.6). Assim, o matrimônio protege os direitos do homem e da mulher, além de estabelecer uma base sólida para formar uma família unida e segura para os filhos. Com informações Faithwire

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -