26 C
Vitória
segunda-feira, 27 setembro 2021

Pastor e sua filha são sequestrados no Haiti

Elie Henry, da Divisão Interamericana da Igreja Adventista, passava férias com a esposa em seu país natal, o Haiti. Em comunicado oficial, denominação pede orações pela família

O pastor Elie Henry, da Igreja Adventista da Flórida, EUA, e sua filha, Irma Henry, foram sequestrados no Haiti na última quinta-feira, 24, véspera do Natal. A igreja emitiu um comunicado dizendo que as autoridades do país estão trabalhando para reunir a família novamente.

Segundo o portal de notícias do Hospital Adventista do Haiti, os dois desapareceram depois de deixar o estabelecimento por volta de 18h, de quinta-feira, 24.

A família confirmou o sequestro e disse ter entrado em contato com o pastor, que afirmou estar bem na medida do possível. O irmão de Elie Henry teria sido contactado para pagar um resgate de US$ 5 milhões.

Elie Henry, presidente da Divisão Interamericana Adventista do Sétimo Dia, é natural do Haiti. Ele e sua esposa estavam de férias neste fim de ano.

Orações

Em comunicado neste domingo, 27, a denominação pediu orações a favor da família do pastor. “A família Henry pede orações e paciência nesse momento. A família Henry solicita que não sejam divulgadas especulações nas redes sociais, mas que os esforços sejam concentrados em manter o pastor Henry e sua filha Irma em suas orações”.

Henry serviu a Igreja por mais de 40 anos e foi nomeado presidente da Divisão Adventista do Sétimo Dia Inter-América em 2018. Tal divisão compreende o México, Caribe, América Central e partes da América do Sul.

*Com informações de R7 e Notícias Adventistas

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se