19.5 C
Vitória
sexta-feira, 7 agosto, 2020

A não naturalização da violência doméstica também é papel da igreja

Leia também

Comércio demite 2,137 milhões de trabalhadores no trimestre encerrado em junho

Com muitos trabalhadores fora da força em função da pandemia, número de pessoas ocupadas no Brasil teve redução recorde de 9,6% no período

Américas continuam a ser epicentro da pandemia da covid-19

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, insistiu na necessidade de adoção das medidas já conhecidas para controlar os contágios de covid-19

Embaixada brasileira foi atingida por explosões em Beirute

Apesar da destruição, o governo brasileiro informou que o impacto não causou danos estruturais ao prédio da embaixada brasileira Por Renata Tranches (AE) O Ministério das...

Nosso compromisso é uma sociedade sólida e respeitosa, onde agressores e opressores precisam ser punidos e os agredidos amados, protegidos e tratados

Por Jacqueline Moraes

Um dos grandes ícones da música cristã evangélica brasileira a cantora e pastora Cassiane, lançou um clipe pela sua gravadora MK Music intitulado “A VOZ”. A letra da música trata de uma inspiradora e profunda narrativa enaltecendo a voz transformadora do Deus Eterno “… Alfa e ômega rege o universo faz o teu trono em nossos versos breve ressoará…”  preciso frisar meu carinho e admiração por esta cantora que acompanho há quase 30 anos da minha vida na caminhada cristã protestante e não é por acaso que tornou-se uma das maiores (se não a maior) voz pentecostal no país!

A triste e desagradável surpresa fica por conta do clipe da música que desentoa completamente da letra fazendo referência a violência doméstica nesse quesito deixo meu profundo repudio pela construção das cenas do clipe que traz uma mulher silenciada pela tão grande violência física, mental e patrimonial.

Como mulher cristã sei da importância e necessidade de orar, mas um crime precisa ser denunciado e não romantizado, e isto é independente da nossa posição Cristã, precisamos estar atentos ao clamor de uma sociedade doente e oprimida que vive de aparências. Sou ciente que  o poder de Deus é real e de fato tira o pecado do mundo, mas, nossos atos têm consequência “tudo aquilo que o homem plantar ele ceifará”.

A naturalização da violência é um desserviço à sociedade, numa pesquisa alarmante em 2010 o Instituto Mackenzie divulgou sobre a violência doméstica no âmbito cristão constando que cerca de 40% das mulheres que sofrem violência doméstica são de alguma religião. Qual o motivo disso? Questionei-me. Seria por que ao longo dos anos ouvimos as máximas “Ora que melhora” “A mulher sábia edifica sua casa e a tola destrói com suas mãos” “Suporte sua cruz” “Na briga de marido e mulher ninguém mete a colher dentre tantas outras frases proferidas  fora do contexto que nos faz baixar a cabeça as opressões como se este sofrimento fosse obra e graça do Todo Poderoso.

Agenda mulher

Movida pelo desejo de mudança criei dentro do “Agenda mulher” uma parceria com pastoras e líderes evangélicas o projeto “Viver em paz”. Nosso objetivo nesse projeto é tratar dentro da igreja este assunto tão relevante e por anos negligenciado: a violência doméstica. Desenvolvemos cerca de três ações em grupos distintos abordando o assunto de forma respeitosa e direcionada na orientação a estas mulheres.

agenda_mulher
Vice-governadora com pastoras do ES, no projeto “Viver em paz”. Foto: Leandro Braga

A igreja que se propõe envolver-se nesse projeto recebe um título “Viver em paz” como indicador que aquela instituição religiosa está comprometida com a proteção e a conscientização da igualdade de gêneros e repudia toda e qualquer manifestação da violência doméstica, estamos com um grupo de pessoas que saindo da zona de conforto estão confrontando o mundo e se transformando pela renovação do entendimento, a fim de distinguir o que é crime da vontade soberana de Deus.

Nosso compromisso é uma sociedade sólida e respeitosa, onde agressores e opressores precisam ser punidos e os agredidos amados, protegidos e tratados e está  lição foi ensinada pelo maior Mestre de todos os tempos “Deus resiste aos soberbos, e da graça aos humildes” Jesus Cristo.

Jacqueline Moraes é vice governadora do Espírito Santo

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Semana de lives da Consciência Cristã 2021; Confira as datas!

O tema das lives, que acontece de hoje, 3, até sábado, 8, é "Feitos à imagem de Deus", que será a abordagem do Consciência Cristã 2021

Helena Tannure e Alda Célia no Congresso Vitoriosas

É a terceira edição do evento, que é voltado para mulheres. O tema do Congresso Vitoriosas 2020 será Transformadas. Saiba mais! 

Lagoinha abre curso Linhas de ensino; Saiba mais!

As aulas das turmas do primeiro módulo do Curso Linha de ensino se iniciam a partir de 17 de agosto. Saiba mais!

Fórum literário: O absurdo, a esperança e mais além

Realizado desde 2016, o Fórum literário é um curso para peregrinar nos caminhos da arte e da fé cristã. Evento, que será online, começa hoje, 27. Saiba mais aqui! 

Plugue-se

“Recuperando a esperança” e fortalecendo a fé

Baseado em milhares de histórias verdadeiras, "Recuperando a esperança" é um forte lembrete de nunca é tarde demais para mudar e se transformar

Justin Bieber e esposa batizados: “momento especial”

Justin Bieber e esposa foram batizados e publicaram fotos do momento nas redes sociais

Doses diárias de sabedoria com devocional de Provérbios

O devocional de provérbios é um lançamento da gravadora Nova Fase, apresentado pelo pastor Alirio Misael

Mari Borges passa a integrar o time de artistas da Musile

Cantora mineira, que tem 11 anos de carreira, vem crescendo nas plataformas. Seu canal no Youtube ultrapassa os 600 mil inscritos