25.2 C
Vitória
segunda-feira, 21 junho 2021

Deus no Sinai: série de estudos sobre a teologia bíblica do Antigo Testamento

Jeffrey J. Niehaus faz uma análise sistemática dos eventos ocorridos no Monte Sinai e o legado teológico para os estudos Bíblicos na atualidade

Deus no Sinai

Por Marlon Max

A base de todo estudo bíblico é que Deus se revelou, não apenas por meio da Palavra, mas de várias maneiras em vários tempos e lugares. Essas autorrevelações são chamadas de teofanias.

A teofania — ou manifestação de Deus, que é fundamental nos tempos do Velho Testamento, foi a revelação de Deus a Moisés no Monte Sinai. 

Tão significativa é essa teofania em termos da aliança de Deus com seu povo e sua revelação progressiva, que o autor Jeffrey J. Niehaus usa justificadamente o termo “teologia do Sinai” para transmitir seu tema. 

Este livro, publicado em português pela editora CPAD, explora o significado dessa teofania em todo o Antigo Testamento – pré-Sinai, pós-Sinai (especialmente os profetas) e os Salmos – e seu significado para o Novo Testamento. Ele também examina paralelos em antigas tradições do Oriente Próximo.

O autor Jeffrey J. Niehaus é Ph.D. pela Universidade de Harvard e professor de Antigo Testamento no Seminário Teológico Gordon-Conwell, nos Estados Unidos

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se