22.6 C
Vitória
quarta-feira, 15 julho, 2020

Brasil deve manter medidas de contenção da covid-19 com base científica

Leia também

Inscrições para o Prouni começam hoje, com quase 170 mil bolsas

Do total, 60.551 são bolsas integrais e 107.229, parciais. Saiba mais!

Atividade econômica tem crescimento de 1,31% em maio

Números foram divulgados hoje pelo Banco Central. Saiba mais!

Resultado do Sisu para o 2º semestre de 2020 será divulgado nesta terça-feira

De acordo com o MEC, 424.991 mil estudantes disputam 51.924 mil vagas. Saiba mais!

A afirmação é da Organização Pan-Americana de Saúde, braço direito da OMS. Órgão lembrou que Brasil, México e EUA  estão iniciando reaberturas enquanto a “pandemia ainda é crítica”

Por Marcela Guimarães (AE)

O braço da Organização Mundial de Saúde (OMS) nas Américas, a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), alertou para a necessidade de o Brasil manter medidas de contenção da covid-19 “com base científicas”. A Organização lembrou que Brasil, México e Estados Unidos estão iniciando reaberturas enquanto a “pandemia ainda é crítica”.

Jarbas Barbosa, subdiretor da Opas, disse que os processos de reabertura e encerramento do isolamento social devem seguir critérios estritamente científicos e seguros e que o Brasil deve observar os dados de rastreamento seguros.

Questionado sobre a atuação do governo brasileiro para conter o avanço da covid-19, o diretor do Departamento de Doenças Transmissíveis da Opas, Marcos Espinal, afirmou que a organização tem pedido repetidamente para o Brasil aumentar os testes de coronavírus e que o país vem sendo alertado para “observar corretamente aumento do contágio”. “O Brasil tem um exército de profissionais de saúde e um dos melhores sistemas de atenção primária da América e do mundo, e isso deve ser aproveitado”, afirmou.

Espinhal disse ainda que a Opas tem feito alertas constantes ao governo federal brasileiro sobre o avanço da covid-19, sem fazer crítica direta ao governo do presidente Jair Bolsonaro. O diretor da Opas, no entanto, foi direto quando disse que governadores brasileiros têm independência “para fazer mais no controle da doença e não fazem”.

Clarissa Etienne, diretora da Opas, alertou para o crescimento acelerado da infecção na Argentina, Bolívia e Brasil, que devem ver o pico da covid apenas em agosto.

“É preciso ter dados oportunos e confiáveis para encerrar a quarentena nessas regiões. Não devemos deixar de lado medidas que dão certo por pressões políticas”, afirmou Etienne.

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Amigos e artistas “Juntos pelo sertão” drive-in

Evento, que será realizado no dia 14 de julho, vai reunir artistas e preletores como Aline Barros, Isaías Saad, Gabriel Guedes, Juliano Son, Eli Soares, Hernandes Dias Lopes e outros.

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Plugue-se

Fred Arrais passa a integrar o time de artistas da Sony Music

Parceiro do Ministério Diante do Trono, Fred Arrais é cantor, compositor e multi instrumentista da música cristã contemporânea. 

Operação Final: a missão por trás do julgamento de um nazista

Baseado em fatos reais, Operação Final tem temática sobre o Holocausto, a perseguição aos judeus arquitetado pelo governo nazista

Reencontro histórico: Davi Sacer e Trazendo a Arca em “O encontro”

Álbum inédito marca o reencontro histórico de Davi Sacer e Trazendo a Arca dez anos depois. São 30 músicas que fizeram sucesso no mercado de música gospel. Confira!

Inédito no Brasil! Bíblia em Libras traduzida por surdos

O primeiro livro traduzida para Língua Brasileira de Sinais pelos próprios surdos a ser lançado em setembro é o do evangelho de João. Saiba mais!