back to top
25.9 C
Vitória
quinta-feira, 20 junho 2024

Autoridades se solidarizam com morte de irmão de deputada

deputada
Por meio das redes sociais, os políticos pediram que as investigações sejam feitas com celeridade - Foto: Reprodução/Twitter

O ministro da Justiça, Flávio Dino, disse ter determinado à Polícia Federal “que acompanhe as investigações sobre a execução de médicos no Rio”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ministros e parlamentares lamentaram nesta quinta-feira, 5, o caso envolvendo três médicos que foram mortos a tiros nesta madrugada, em um quiosque na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) foi acionada e investiga as mortes de Marcos de Andrade Corsato, Perseu Ribeiro Almeida e Diego Ralf de Souza Bomfim.

Por meio das redes sociais, os políticos pediram que as investigações sejam feitas com celeridade. Também prestaram apoio aos familiares das vítimas, incluindo a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP), irmã de Diego.

Conforme informações da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, uma quarta vítima foi socorrida para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. A direção da rede hospitalar informou que o estado de saúde do paciente permanece estável. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) foi acionada para investigar o crime.

O presidente Lula afirmou que recebeu com grande tristeza e indignação a notícia da morte dos médicos na orla da Barra da Tijuca. Ele citou que a Polícia Federal está acompanhando o caso

- Continua após a publicidade -

O ministro da Justiça, Flávio Dino, disse ter determinado à Polícia Federal “que acompanhe as investigações sobre a execução de médicos no Rio” em face da hipótese de relação com a atuação de dois parlamentares federais. Sâmia é companheira do deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ).

Por sua vez, a deputada federal Erika Kokay (PT-DF) prestou solidariedade à deputada federal Sâmia Bomfim e aos familiares dos outros médicos que também foram vítimas do crime, por meio das redes sociais.

A deputada federal Natália Bonavides (PT/RN) pede que as investigações sejam feitas com celeridade. “Minha total solidariedade à Sâmia e toda a sua família neste momento de profunda dor”, publicou.

O deputado federal Nilto Tatto (PT/SP) também se manifestou pelas redes sociais. “Nossa solidariedade às famílias das vítimas, com a certeza de que acompanharemos e exigiremos a apuração deste crime brutal”, disse ele.

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) também prestou solidariedade aos familiares das vítimas, citando também a deputada Sâmia. “É gravíssima a execução nesta madrugada do irmão da deputada Sâmia Bomfim”, publicou o deputado estadual Eduardo Suplicy (PT-SP).

Polícia Civil de SP

Por determinação do secretário da Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, e do delegado-geral da Polícia Civil, Dr Artur Dian, a Polícia Civil está enviando uma equipe do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) ao Rio de Janeiro para auxiliar nas investigações das mortes de três médicos paulistas. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -