back to top
25.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho 2024

Seu guia de oração

“…Senhor, nos ensine a orar…” Lc 11:1

Por Erasmo Vieira

Uma criança estava muito gripada e por isso não podia ir à escola, o que a deixava triste. Então, chama a mãe e pede para que faça uma oração para Jesus, de modo que ela pudesse melhorar e ir à escola no dia seguinte. A mãe dá um sorriso, se ajoelha com a filha e faz uma oração bem simples. Logo que a mãe diz “amém”, a pequena pergunta: “O que foi que Ele disse?”

Essa pequena história nos dá os direcionamentos de uma oração que Jesus responde. Por causa da fé. Por causa da esperança. Por causa da resposta.

Os apóstolos nunca pediram que Jesus lhes ensinasse a curar, ou a pregar, ou a ensinar. Mas pediram que Jesus lhes ensinasse a orar. Naturalmente, porque viram o exemplo de Jesus e de João Batista.

- Continua após a publicidade -

Não sabemos como orar. Ficamos perdidos e confundimos oração com a varinha do Harry Potter, com um extintor de incêndio ou com um analgésico para a culpa. Do mesmo jeito que fazemos as coisas da vida com naturalidade, também assim devemos fazer com a oração.

Para entender melhor sobre a oração considere essas quatro verdades bíblicas:

1. Deus ama quando falamos com ele

Ele deseja que Lhe falemos sobre qualquer assunto. Ele ouve com atenção, sempre! E quando falamos com Ele, foi Ele mesmo quem colocou o assunto em nossas mentes. Ele está interessado em cada pedaço de nossa vida. A Bíblia diz, no Salmo 103, que Deus é um pai bondoso para com Seus filhos e compassivo com aqueles que O reverenciam. E 1 João 5 diz que podemos chegar diante do trono de Deus com a certeza de que Ele nos recebe e nos atende. Orar é, portanto, conversar com o Pai que nos ama.

2. Deus ouve as orações simples e sinceras

Se orar é conversa, é relacionamento pessoal, nossa linguagem precisa ser a mais simples possível. Direta e afetiva. Deus nos conhece e não precisamos usar máscara ou linguagem erudita. Como Deus é autêntico, assim devem ser as orações que fazemos. As orações mais simples são, geralmente, as mais poderosas. Lembre-se de não ficar repetindo as palavras ou frases, e que orações longas não significam que são poderosas. Dê uma lida em Mateus 6:5-8.

3. Deus adora responder graciosamente aos seus filhos

Mais de 20 vezes no Novo Testamento somos desafiados a pedir. A Bíblia diz que se buscarmos, acharemos, se pedirmos, receberemos e se batermos a porta será aberta. Só que Deus não nos dá o que pedimos, mas o que precisamos. Jeremias 33 nos diz que se chamamos por Deus, Ele nos responde, e mais, que Ele nos mostrará coisas maravilhosas que não conhecemos. Veja também Mateus 7:11.

4. Deus anseia ficar pertinho de nós

É o desejo de Deus. Estar perto de nós. Isaías 30 nos diz que o Senhor espera que nos cheguemos a Ele para que nos mostre seu amor e compaixão. Diariamente Deus está esperando que você pare e tenha sua Hora Tranquila. Ele espera com ansiedade que você dê esse tempo para Ele. E quantas vezes Ele nos espera e espera, e nada. Porque passamos dias sem falar com Ele. Não faça isso com Deus. Afinal de contas, você precisa mais dEle do que Ele de você. Em Oséias 6:6, lemos que Deus não deseja nosso sacrifício, mas o nosso amor. E Tiago nos diz em 4:8: “Cheguem perto de Deus, e ele chegará perto de vocês”.

A oração, como Jesus nos ensina, é uma verdadeira forma de adoração e comunhão. Adoração, porque exaltamos ao Deus Eterno, que tudo nos dá. Comunhão porque revela nossa intimidade de estar falando com Ele, o Criador do Universo.

Uma criança nunca tinha ido a uma igreja. Ao passar uns dias com a avó, esta a leva para a igreja num domingo. Quando o pastor pede para todos baixarem suas cabeças em oração, como quem está olhando para o chão, a garota se volta para a avó e pergunta: “Vovó, o que eles estão procurando?”.

Orar é procurar. Procurar Jesus e deixar que Ele nos dê as direções de vida.

Erasmo Vieira é pastor e psicólogo.

Mais Artigos

- Publicidade -

Comunhão Digital

Continua após a publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

Entrevistas