26.3 C
Vitória
sábado, 10 abril 2021

Internet pode deixar pessoa menos religiosa, diz estudo

O uso frequente da internet influencia nossa percepção de religião. É o que aponta um estudo feito pelo Departamento de Sociologia da Universidade de Baylor, nos EUA.

Segundo o estudo, quem usa a internet com maior frequência está mais propenso a ser influenciado por uma série de ideias, que de outras maneiras, não teria contato. A pesquisa foi conduzida por uma equipe de sociólogos.

O autor do estudo, Paul K. McClure, explica: “Uma das muitas descobertas desse estudo é que o aumento no uso da internet se correlaciona com uma potencial perda da filiação religiosa. Também notamos que as pessoas que passam muito tempo online são menos propensas a pensar que existe apenas uma religião correta”.

Paul acrescenta: “a internet encoraja um certo tipo de pensamento, que faz os indivíduos sentirem que não estão mais presos a instituições ou dogmas religiosos. Hoje em dia, em parte porque muitos de nós passamos tanto tempo online, é mais provável que nos vejamos como ‘agentes livres’”.
Televisão

Paul K. McClure é o autor do estudo. Foto: arquivo pessoal

O levantamento analisou vários aspectos da vida dos participantes, incluindo questões sobre sua frequência a atividades religiosas e sua visão sobre os ensinos de sua religião preferencial, contrastando quantas horas por dia cada um passa online ou assistindo TV.

O estudo da Baylor comparou os resultados com um estudo similar de 2010. Ele mostrou que o hábito de ver televisão reduz a participação das pessoas em atividades religiosas.

 “Tanto a TV quanto a internet demandam tempo. E quanto mais tempo passamos usando essas tecnologias, menos tempo temos para participar de atividades religiosas ou de comunidades mais tradicionais”, disse McClure.

Para conhecer o estudo acesse aqui.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se