27.3 C
Vitória
segunda-feira, 30 março, 2020

Apenas 2% da população francesa conhece o Evangelho

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Abertura dos jogos olímpicos acontecerá em julho de 2021

Os Jogos Olímpicos de Tóquio têm nova data definida para serem realizados: de 23 de julho a 8 de agosto de 2021 na capital japonesa

Hospital no Pacaembu deverá ser entregue em abril

A construção para receber pessoas com a Covid-119 é uma parceria entre Hospital Israelita Albert Einstein e Prefeitura de São Paulo

Bolsonaro recorrerá da decisão da Justiça de fechar igrejas

Uma ação do Ministério Público Federal, a Justiça Federal suspendeu a validade dos decretos presidenciais que incluiu na lista de serviços essenciais, os templos religiosos e casas lotéricas. Confira!

Covid-19: número de mortes no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Confira!

A realidade é triste! Embora seja um país de primeiro mundo, a França é o país ocidental não alcançado de maior resistência ao evangelho. Apenas 2% da população é considerada evangélica.

Trata-se de um povo secularizado, pluralista, contrário à noção de revelação bíblica e especialmente avesso ao exclusivismo cristão. No entanto, religiões ocultistas são vastamente procuradas e o Islã cresce aceleradamente. Eles representam 10% da população.

O número de cristãos que moram na França atualmente é reduzido. Pelo menos 85% da população é imigrante. E os franceses de origem africana são em mais quantidade. A minoria tem uma visão holística e delicada para não entrar em atrito com o próprio povo.

Segundo relato de alguns brasileiros missionários que moram na França, o cristianismo no país existe, mas de forma bem tímida. É uma liberdade limitada. Segundo a jornalista Edna Abreu, e Douglas Rodrigues, no país é proibido propagar religiosidade. Os dois são membros da igreja Hillsong Music.

Veja o vídeo

Em dezembro do ano passado, o filme “Estrela de Belém” foi proibido de ser exibido para crianças. O fato chamou atenção da imprensa europeia. Mas no próprio país o assunto não ganhou proporção. “Aqui na França eles omitem a questão cristã. E notícias como essa você nem vai encontrar em um jornal francês por que aqui tudo é mascarado e enganado e a cada dia só piora”, diz Douglas.

O filme conta a história do nascimento de Jesus pela ótica dos animais. É uma animação evangelística voltada para crianças. Foi exibido nos cinemas do Brasil em dezembro.

Pastor Marcos Castro lidera uma igreja em Paris. Foto: facebook

“O fato do filme ter sido proibido está silenciando os cristãos de forma indireta, por que o filme é um meio de comunicação. E podemos usar isso como uma prévia pregação e de proclamar o evangelho as crianças. Fica difícil ter a sensibilidade e essa naturalidade é retirada. Isso se torna algo fora da realidade”, declarou o pastor Marcos Castro, que lidera a Igreja Assembleia de Deus Ministério Siloe de Jesus, em Paris.

Todas as questões voltadas para o cristianismo são ocultadas. “Muita gente aqui não está de acordo, mas também não fazem nada para mudar o quadro. E preferem deixar no estado em que se encontra e esperar até que cada um prestará conta do seu”, concluiu Douglas.

Missões na França

Ainda que não apresente ameaças de perseguição física, a França é tida por muitos como o maior desafio missionário da Europa Ocidental. Isso acontece por conta da resistência das pessoas ao evangelho. As investidas missionárias levam em média entre 7 a 10 anos para apresentar os primeiros frutos. E ainda não há registros de sucesso surpreendente através de missões.

Em todo o país são aproximadamente 65 milhões de habitantes. E existem apenas 2.300 missionários e pastores que levam a palavra de Deus. O pastor David Pelosi integra a Missão França desde 2012. Ele e sua família são missionários ligados a agência missionária Heart Cry. E trabalham com a plantação e revitalização da Eglise Bonne Nouvelle, em Paris.

 “Toda igreja presente numa capital global como Paris será necessariamente multiétnica. Porém, nossa visão é a de promover uma sensibilidade missionária dirigida principalmente ao povo não-alcançado francês”, falou o pastor David.

Para conhecer sobre o Projeto Missão França e as estatísticas acesse aqui


Leia mais

Na França, “Estrela de Belém” é proibido de ser apresentado

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Coronavírus: Os eventos evangélicos que já foram cancelados

Devido a pandemia que se instalou no país por conta da Covid-19, muitos eventos evangélicos foram cancelados, suspensos ou adiados. Confira!

Oficina sobre comicidade no ambiente hospitalar

O Lacarta Circo Teatro abre inscrição para palhaço hospitalar. A oficina acontecerá dia 14 e 15 de março das 09h às 16h, na sede...

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Programas on-line para mentoreamento de homens e mulheres

Ministérios vão transmitir série de lives com objetivo de fortalecer as famílias e oferecer aos pastores, líderes e cônjuges ferramentas para o cuidado intencional, discipulado e mentoreamento

Vem aí o Festival de Cinema Cristão 2020

Entre as novidades do Festival desse ano estão a abertura para a categoria de filmes para surdos e mudos. Inscrições começam dia 1º de abril e vão até 30 de junho

Um encontro diário com a Palavra de Deus

A SBB mobiliza-se para levar esperança à população brasileira, disseminando, pelos meios digitais, a mensagem da Bíblia Sagrada. Entre as ações estão a campanha #PalavradeEsperança e o podcast Um minuto com a Bíblia

Como a pandemia deve ser encarada pelos cristãos?

“Creia no sobrenatural de Deus”, diz médica cristã, ao falar sobre o medo do coronavírus e como os cristãos devem encarar a pandemia