24.4 C
Vitória
segunda-feira, 15 abril 2024

Frente Evangélica repudia post do MTST que chamou Jesus de “bandido”

A publicação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), em plena Sexta-feira Santa, mostrou a imagem de um homem crucificado, fazendo alusão a Jesus, e com a seguinte frase: “Bandido bom é bandido morto”. Foto: Reprodução redes sociais

As Frentes Parlamentares Evangélicas da Câmara e do Senado divulgaram nota nesta segunda-feira (01), criticando o post do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto  

Por Cristiano Stefenoni

“Altamente inapropriada e ofensiva”. Foi assim que definiu as Frentes Parlamentares Evangélicas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, em nota de repúdio publicada nesta segunda-feira (01), uma publicação do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), em plena Sexta-feira Santa, onde postou a imagem de um homem crucificado, fazendo alusão a Jesus, e com a seguinte frase: “Bandido bom é bandido morto”.

A imagem gerou revolta não apenas na classe política, mas também em evangélicos e católicos que acharam ofensiva a postura do MTST, seja qual fosse ela a intenção. “Consideramos altamente inapropriada e ofensiva a comparação entre a figura salvífica de Cristo e qualquer contexto político ou social de criminalidade. A trivialização de imagens sacras pode ocasionar mágoa e indignação, contrariando os princípios de uma sociedade diversificada e respeitosa”, disse a nota das Frentes.

A nota também exigiu que não apenas a postagem fosse tirada do ar, como para que o movimento fizesse formalmente um pedido de desculpas. “É preciso reconhecer a natureza sagrada desses símbolos para muitos e a remover a postagem, além de emitir um pedido de desculpas àqueles que se sentiram ofendidos”, afirmou a nota.

- Continua após a publicidade -

Depois de tanta repercussão negativa, o MTST também em emitiu nota afirmando que houve uma má “interpretação” da postagem e chegou a citar o capítulo 23 de Lucas. “A falta de interpretação da imagem e da mensagem desse post é de se impressionar”, publicou o Movimento.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -