back to top
27.9 C
Vitória
quarta-feira, 12 junho 2024

Fifa e FIFPro assinam acordo por mais poder a jogadores em decisões no futebol

Fifa e FIFPro assinam acordo por mais poder a jogadores em decisões no futebol - Foto: Reprodução
Fifa e FIFPro assinam acordo por mais poder a jogadores em decisões no futebol - Foto: Reprodução

O documento descreve a estrutura proposta de um acerto que ambas as organizações pretendem finalizar nos próximos meses

O dia sem futebol na Copa do Mundo em Doha, no Catar, foi importante para Fifa e FIFPro (Federação Internacional de Jogadores Profissionais) alinharem como serão as decisões para competições futuras, com maior poder de decisão dos jogadores. Em parceria, as entidades assinaram um Acordo de Entendimento.

Além do Presidente da Fifa, Gianni Infantino, e do Presidente da FiFPro, David Aganzo, responsáveis pela assinatura do documento de compromisso, participaram da reunião, ainda, os secretários adjuntos da Fifa, Alasdair Bell e Mattias Grafström, além de membros do conselho da FIFPeo da África, Ásia, Europa e Américas, juntamente com o secretário-geral, Jonas Baer-Hoffmann.

O documento descreve a estrutura proposta de um acerto que ambas as organizações pretendem finalizar nos próximos meses. Eles já têm um acordo de cooperação existente de seis anos entre as duas organizações assinado em 2017. Mas devem reformular algumas cláusulas.

“É importante que as partes interessadas no futebol tenham uma relação de trabalho saudável e transparente, e a reunião de hoje foi realizada com esse espírito”, disse David Aganzo. “Estou satisfeito por termos começado a trabalhar para um novo acordo de cooperação que dará mais passos para colocar os jogadores no centro da tomada de decisões e do desenvolvimento do futebol profissional.”

- Continua após a publicidade -

As entidades negociam para salvaguardar os direitos dos jogadores. “Essas negociações buscarão estabelecer maior influência, envolvimento e proteções. Além de finalizar este acordo, nossas prioridades conjuntas agora são os calendários de jogos internacionais e as condições dos jogadores para a próxima Copa do Mundo Feminina”, finalizou Aganzo.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -