back to top
28.8 C
Vitória
segunda-feira, 20 maio 2024

Como melhorar o comportamento dos filhos

Cumprir com as suas promessas, sejam elas boas ou más, faz com que seu filho confie em você. Foto: reprodução internet/Divulgação

Objetivo é criar um ambiente saudável e de aproximação com as crianças

Por Cristiano Stefenoni

Ser um exemplo, saber elogiar e escutar. Essas são algumas atitudes que podem ajudar, e muito, a melhorar o comportamento dos filhos. Para facilitar a vida dos pais nesse processo de educação e formação do caráter, a pedagoga e CEO do Instituto NeuroSaber, Luciana Brites, preparou algumas dicas, confira:

Seja um exemplo

Não adianta cobrar uma coisa do seu filho e fazer outra. É importante que você seja um exemplo para ele, de modo que você use seu próprio comportamento para orientá-lo. As crianças são observadoras e você serve de “espelho” para que elas saibam como se comportar. Por isso, na maioria das vezes, o que você faz é mais importante do que o que diz.

Elogie

Não devemos apenas brigar ou reclamar quando fazem algo de errado. Nos momentos que se comportam da maneira adequada, é fundamental dar um feedback positivo.

- Continua após a publicidade -

Escute

Os pais devem permitir que os pequenos sintam confiança em conversar e dizer o que estão sentindo, até mesmo para servir como uma forma de desabafo. É essencial incentivá-los a expressarem suas opiniões e seus sentimentos, estimulando o diálogo, mas também é preciso que você saiba escutar.

Cumpra as promessas

Cumprir com as suas promessas, sejam elas boas ou más, faz com que seu filho confie em você, pois demonstra que você se compromete com o que fala e não irá decepcioná-lo.

Seja firme

Também é essencial ser firme caso a criança chore. Caso os pais comecem a ceder quando os filhos começam a chorar ou reclamar por alguma coisa, indiretamente estão ensinando que eles poderão ganhar o que quiserem através do choro. Portanto, só diga “não” ao seu filho se realmente você quer dizer isso.

Foque nas coisas positivas

As regras devem ser claras e objetivas, de acordo com a idade, pois, dessa forma, ele poderá compreender e lembrar das instruções. Além disso, os comandos positivos costumam funcionar melhor do que os negativos. Por exemplo, quando fala “por favor, feche o portão” funciona melhor do que dizer “Não deixe o portão aberto”.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -