back to top
27.9 C
Vitória
sábado, 22 junho 2024

A pornografia pode destruir a vida do cristão

Para se libertar da prisão da pornografia, uma dica é instalar um aplicativo bloqueador nos dispositivos utilizados para consumo de pornografia, como celulares, computadores, streamings. Foto: Freepik

Além de destruir casamentos, essa prática é 50 vezes mais viciante que a heroína, favorece o adultério, afeta a saúde física e mental.

Por Cristiano Stefenoni

O estrago causado pela pornografia é muito maior do que se imagina. Além de destruir casamentos, essa prática é 50 vezes mais viciante que a heroína, favorece o adultério, afeta a saúde física e mental, além de estar por trás de vários crimes como pedofilia, violência familiar e aborto.

Os dados são assustadores. Só no Brasil, 22 milhões de pessoas consumem pornografia, sendo 76% homens e 24% mulheres. Desse total, 58% têm menos de 35 anos e 69% são casados ou estão namorando, segundo dados de uma pesquisa realizada pela Quantas Pesquisas e Estudos de Mercado.

Quando a pornografia entra na vida do crente, então, o estrago é dobrado. O afasta dos propósitos de Deus, abre espaço para que o mal reine dentro de casa, distancia os cônjuges, isola das atividades da igreja, entre outros transtornos.

- Continua após a publicidade -

E a Bíblia não deixa margens para dúvidas sobre a gravidade do assunto: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros” (Hebreus 13:4).

De acordo com o pastor Emerson Mafessoni, que também é psicanalista, terapeuta familiar e sexual, sexólogo e fundador da Escola de Homens, a pornografia é um vício gravíssimo e que corrompe o caráter, o espírito e a vida do casal.

“A pornografia macula, contamina, perverte não só o leito como o senso de pureza, de integridade e de qualidade sexual do casal. E sobre essa conversa de que a pornografia é necessária para ‘apimentar’ o relacionamento é mentira, ‘conversa para boi dormir’”, alerta o pastor e terapeuta sexual.

Para quem deseja sair dessa prática pecaminosa e prejudicial à saúde, Mafessoni dá algumas dicas: “Primeiro confesse o pecado a Deus; depois abandone a prática; bloqueie sites impróprios na internet, se policie no celular; estude a Bíblia para se purificar, jejue para modificar a carne e ore para se fortalecer”, orienta o pastor.

A pornografia pode destruir a vida do cristão
O pastor e terapeuta sexual, Emerson Mafessoni, diz que é possível, sim, se libertar da pornografia. Foto: Divulgação.

Outro ponto importante abordado por ele é quanto a ociosidade. É fundamental ocupar a mente com outras atividades para evitar a prática da pornografia. “O ócio é o pior inimigo do ser humano. É preciso preencher a mente com as coisas do Espírito. Quanto mais lugar se dá a carne mais propenso será de ser fisgado pelo vício da pornografia”, finaliza.

Dicas para se livrar da pornografia:

  • Busque forças em Deus. Ore, leia a Bíblia, jejue e se envolva nas programações da igreja;
  • Instale um aplicativo bloqueador nos dispositivos utilizados para consumo de pornografia, como celulares, computadores, streamings;
  • Evite plataformas de fotos e de vídeos curtos;
  • Converse com o cônjuge sobre o problema e peça ajuda;
  • Se for necessário, busque ajuda profissional como psiquiatra, psicólogo e terapeuta;
  • Preencha os momentos ociosos com atividades físicas, passeios e programações da igreja.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -