back to top
27.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

10 dicas para reduzir o consumo de plástico

Foto: Reprodução

A humanidade produz mais de 430 milhões de toneladas de plástico anualmente, o que pode triplicar até 2060, gerando um impacto desastroso para a criação de Deus

Por Patricia Scott

Dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), de 2023, mostram que a humanidade produz mais de 430 milhões de toneladas de plástico anualmente, o que pode triplicar até 2060. De total, dois terços são de curta duração. Isso significa que se tornarão lixo em pouco tempo.

É importante frisar que o plástico é produto de recursos naturais não renováveis (petróleo e gás), e o processamento possui grande potencial poluidor. Além disso, as sacolinhas são resíduos sólidos com longo tempo de decomposição que se acumulam rapidamente e em quantidade considerável.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, as sacolas plásticas em si não são o maior vilão ambiental. A problemática está no consumo excessivo aliado ao descarte inadequado. O Brasil produz, em média, aproximadamente um quilo de lixo plástico por habitante a cada semana, segundo o WWF, organização da sociedade civil brasileira, sem fins lucrativos, reconhecida pelo Governo Federal como entidade de utilidade pública, cuja missão é conservar a natureza.

- Continua após a publicidade -

Apenas 9% do plástico gerado globalmente vai para reciclagem, praticamente a totalidade acaba descartada no meio ambiente: aterros sanitários, bueiros, matas, rios ou oceanos. Vale destacar que nem todo tipo de plástico é reciclável e, dentre os que são, nem todos possuem viabilidade financeira ou demanda para que o processo seja realizado.

Desse modo, é preciso responsabilidade ambiental e social para combater essa realidade. Assim, é essencial destacar a mordomia da Criação. A Bíblia diz ainda: “Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e guardar” (Gênesis 2.15). Em outra passagem, ainda no primeiro livro da Bíblia, Deus mais uma vez destaca que o homem deve ter comprometimento com a natureza: “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; tenha ele domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra” (Gênesis 1.26).

Nas Sagradas Escrituras, o Senhor adverte que, aqueles que destroem a Terra, serão destruídos: “Iraram-se, na verdade, as nações; então veio a tua ira, e o tempo de serem julgados os mortos, e o tempo de dares recompensa aos teus servos, os profetas, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra” (Apocalipse 11.18).

Veja 10 dicas para reduzir o consumo do plástico 

  • Evite os plásticos de uso único, tais como os canudinhos das bebidas
  • Se for fazer as compras de supermercado, não esqueça de levar uma sacola de tecido
  • Compre mais alimentos a granel e menos produtos embalados
  • Substitua os tupperware de plástico por recipientes de vidro ou aço
  • Ao estender a roupa utilize prendedores de madeira e não de plástico
  • Preste atenção e coloque os plásticos na lixeira de reciclagem correta
  • Evite o uso de cosméticos que contenham microplásticos
  • Compre uma escova biodegradável
  • Prefira roupas com tecidos naturais
  • Aposte na reutilização e dê uma segunda oportunidade para certas embalagens

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -