25 C
Vitória
sábado, 11 julho, 2020

Um brinde ao Phileo!

Mais lidas

Capixaba Natália Gaudio defende maior longevidade para atletas brasileiras

Após estar na Rio 2016, atleta quer Tóquio e não descarta Paris. Saiba mais!

Casaquistão desmente afirmações chinesas sobre novo vírus mortal

Embaixada chinesa na capital do país advertiu sobre nova doença com "índice de mortalidade superior à Covid-19"

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais!

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento.Confira!

O amor que nos conecta a uma outra pessoa e gera uma bela e forte amizade

Sem romance, sem paixão, mas com uma lealdade pouca vista nos relacionamentos. Assim é o amor phileo, uma maneira fraternal de amar, de gostar, de querer bem ao outro de um jeito descompromissado, desapaixonado, mas tão sincero que as virtudes dos laços da amizade podem durar uma vida inteira. Depois do imensurável ágape e do sedutor eros, Comunhão traz mais este capítulo surpreendente da série “As Formas de Amar”, lançada em março.

Para quem ama ao modo phileo, nada é mais importante que ver um sorriso no rosto da pessoa amada, seja um irmão ou um amigo. Neste amor, a felicidade de quem ama depende da felicidade do que é amado. Ele segura a mão, abraça, beija no rosto e cuida sem medo, sem receio! Dessa expressão grega derivam algumas palavras que encontramos no Novo Testamento. Uma delas é “Filadélfia – (“phileo”, amor/amizade) e (“adelfos”, irmãos) –, que significa “amor entre irmãos” ou “amizade fraternal. Outro termo é “Teófilo” – (“Teos”, Deus) e “phileo” –, que quer dizer “amigo de Deus”. Há ainda “filantropia” – (“phileo” e “antropos” (homem) –, que faz referência ao “amor humano”.

“Enquanto a palavra ‘eros’ (o amor erótico) não aparece nas Escrituras Sagradas, ‘phileo’ surge várias vezes na Bíblia” – Gilson Bifano, pastor

O conceito de phileo (ou fileo) foi desenvolvido pelo filósofo grego Aristóteles. Ele dizia que a philia é necessária como um meio para atingir a felicidade. “Ninguém escolheria viver sem amigos mesmo se tiver todos os outros bens, a nobreza ou gentileza para si.” No entanto, como bem destaca o pastor Gilson Bifano, diretor do Ministério Oikos, escritor e coach de relacionamento, é na Bíblia onde se encontra o melhor sentido para essa palavra.

 

“Enquanto a palavra ‘eros’ (o amor erótico) não aparece nas Escrituras Sagradas, ‘phileo’ surge em vários momentos.” Em Mateus, cinco vezes; em Marcos, uma; em Lucas, duas; em João, dez; em 1 Coríntios, uma; em Tito, uma; e no livro do Apocalipse, duas. “Em Mateus 1 0 : 3 7 , quando Jesus fala sobre a renúncia de deixar pai e mãe, a palavra ‘amor’ é ‘phileo’. Também aparece para expressar o quanto Jesus amava Lázaro, em João 11:3,36. Em resumo, é o amor que une as pessoas pelos laços da amizade. Essa é a única outra palavra para o ‘amor’ usada nos textos antigos do Novo Testamento, além de ágape, mas com menor frequência”, esclarece o pastor.

 

Embora alguns estudiosos como Russell Norman Champlin (Enciclopédia Teológica
e Filosófica, vol. 1, 1997) defendam que seu uso em relação ao ágape é apenas uma questão de estilo, sem qualquer significado oculto, a grande maioria dos tradutores interpreta o phileo como o amor entre pessoas, o gostar, o querer bem.

O AMOR DE PEDRO POR JESUS

Ao contrário do ágape, ele não é incondicional ou exige autossacrifício. É o gostar de quem gosta de mim, a afinidade, a cumplicidade que gera um relacionamento de cuidado, de carinho e de proximidade, que se reserva apenas para parentes e amigos.

O pastor Ozias Ribeiro, da Primeira Igreja Batista de Laranjeiras, na Serra, cita um texto em que esse entendimento fica muito evidente: a passagem em que Jesus pergunta por três vezes a Pedro por seu amor, em João 21:15-17. No grego, as duas expressões são usadas, dando uma significância toda especial ao diálogo, que se perdeu na tradução para o português. Nos versos 15 e 16, Jesus pergunta a Pedro se ele O ama e usa a palavra ágape. Pedro responde as duas vezes, com a expressão phileo.

“A afinidade, a cumplicidade, que gera um relacionamento de cuidado, de carinho e de proximidade” – Ozias Ribeiro, pastor

Na terceira vez, verso 17, Cristo muda a pergunta e adota o termo phileo, dando a impressão de entender e aceitar que, naquele momento, Seu seguidor só tinha esse amor para oferecer. Então, com a resposta sincera do discípulo, Jesus o comissiona a “apascentar Seus cordeirinhos”.

O Messias toma o amor imperfeito de Pedro e o conduz ao amor genuíno, o ágape, que o apóstolo vai expressar na sua primeira carta (I Pd 3:8, 9). Somos chamados para viver um amor cordial e fraterno como irmãos em Cristo em meio à sociedade na qual estamos inseridos; a manifestarmos esse amor entre as pessoas.


Da série “As Formas de Amar”, leia mais:

O imensurável amor ágape
O sedutor Eros

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Amigos e artistas “Juntos pelo sertão” drive-in

Evento, que será realizado no dia 14 de julho, vai reunir artistas e preletores como Aline Barros, Isaías Saad, Gabriel Guedes, Juliano Son, Eli Soares, Hernandes Dias Lopes e outros.

Show drive-in do 3 Palavrinhas esse mês; Saiba mais!

O grupo infantil 3 palavrinhas vai se apresentar na Arena Sessions, no estádio Allianz Parque, em São Paulo dia 19 de julho Atenção criançada! O...

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Plugue-se

Fórum de Ciências bíblicas 2020: A Bíblia e a Criança

O Fórum de Ciências Bíblicas 2020, que terá temática para as crianças, será realizado nos dias 13 e 14 de agosto

Fé ativa: a base da vida cristã

O discipulado que produz cristãos que levam Deus a sério

Bíblia em áudio com inteligência artificial por aplicativo

Como outros aplicativos de meditação populares, o aplicativo Soultime, quando aberto, reproduz sons da natureza, como vento e canto dos pássaros.

Foi só um susto! Samuel, da dupla Daniel e Samuel se recupera bem

Samuel, que sofreu um infarto nesta segunda-feira, 7, segue internado na UTI de um hospital de Anápolis (GO) para monitoramento médico