back to top
29.9 C
Vitória
domingo, 23 junho 2024

Nicarágua confisca bens de ONG evangélica

A Missão Cristã Verbo desenvolve muitos projetos sociais no país - Foto: Facebook/Misión Cristiana Verbo. Bluefields, NicA

No país desde 1980, a Missão Cristã Verbo desenvolve possui clínicas, abrigos para crianças, além de igrejas. Saiba mais! 

Por Patricia Scott [Evangélico Digital] 

A Missão Cristã Verbo teve os bens confiscados pelo governo da Nicarágua. A instituição evangélica possui diversos projetos sociais e templos no país, onde está estabelecida desde 1980. A ONG ainda não se pronunciou sobre o caso e também não informou se as igrejas ligadas ao ministério permanecerão abertas.

O site da Missão Verbo foi desativado, no último sábado (20). No dia anterior, o Ministério do Interior emitiu uma ordem determinando a passagem dos bens da ONG para o Estado. O governo também retirou a personalidade jurídica da organização.

A governo ditatorial de Daniel Ortega ao cancelar o estatuto jurídico justificou: “A Associação Missão Cristã Verbo impediu, por meio de seus projetos, o controle e a vigilância da Direção Geral de Registro e Controle de Entidades sem fins lucrativos da Migob e do Ministério da Família como entidade garantidora da proteção de crianças e adolescentes na Nicarágua, ignorando as atividades que se desenvolvem nesta casa de internamento”.

- Continua após a publicidade -

Uma semana antes do confisco, Daniel Ortega prometeu aos grupos evangélicos segurança jurídica para os templos e as obras sociais. Como prova, o presidente da Nicarágua entregou títulos de propriedade a templos da Igreja Assembleia de Deus.

Obras sociais

A Missão Verbo mantém abrigos para crianças, clínicas e uma escola para atender a população. A ONG conta ainda com quatro estações agrícolas experimentais, além de centros de discipulado e instrução vocacional e programas de alimentação para crianças.

“A Missão Cristã Verbo foi inteiramente dedicada ao trabalho social e evangelístico sem fins lucrativos, e a maior parte de seus recursos vem de pessoas físicas e jurídicas, incluindo igrejas que professam a nossa mesma fé cristã”, divulgava o site da instituição.

Fundada pelo pastor americano Robert Louis Trolese, em 1980, a Missão ajudou o povo nicaraguense durante a revolução sandinista. A instituição oferecia alimentação, moradia, além de promover ações evangelísticas.

Perseguição religiosa

Os direitos humanos e a liberdade religiosa do governo ditatorial de Daniel Ortega têm fechado igrejas e deportando líderes religiosos. A Nicarágua está em 50º lugar na Lista Mundial da Perseguição (LMP) 2023, elaborada por Portas Abertas, que elenca os 50 países onde é mais perigoso para os cristãos.

O governo da Nicarágua já baniu mais de 2.600 ONGs. A maioria é religiosa e evangélica. Líderes cristãos foram perseguidos e alguns condenados à prisão.

O pastor protestante Wilber Alberto Pérez foi condenado a 12 anos de prisão. Ele é mantido em uma cela sem luz. O líder religioso é acusado injustamente de vender drogas ilegais.
Já o bispo de Matagalpa, Dom Rolando Alvarez Lagos é acusado de “traidor da pátria”. Ele foi condenado a mais de 26 anos de reclusão.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -