22.4 C
Vitória
quinta-feira, 26 novembro 2020

Estudantes da rede estadual na luta contra o Aedes aegypti

Leia também

Faturamento do setor de máquinas cresce pelo 5º mês seguido, diz Abimaq

Segundo a Abimaq, deve-se ao aumento dos investimentos no Brasil com máquinas e equipamentos fabricados localmente

Força Tarefa vai atrás de arquivos de pedofilia na Deepweb

Black Dolphin, em referência a uma prisão localizada na fronteira com o Casaquistão conhecida por abrigar presos condenados à prisão perpétua

Saúde recebe estudo para ampliar validade de testes

Considerado "padrão ouro", o RT-PCR é um dos exames mais eficazes para diagnosticar a covid-19, além de ser arma poderosa

Os 250 mil estudantes de todas as escolas estaduais serão fiscais de combate ao mosquito Aedes aegypti. Essa ação faz parte da campanha lançada pelas Secretarias de Estado da Saúde (Sesa) e da Educação (Sedu), nesta sexta-feira (19), Dia Nacional de Mobilização da Educação Contra o Zika, que acontece em várias cidades brasileiras.

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, esteve no Espírito Santo, visitando a Escola Viva São Pedro, em Vitória, para conscientizar os jovens e intensificar a importância de combater a proliferação do mosquito transmissor do zika vírus, da dengue e da chikungunya.

Segundo o ministro, “essa é uma nova etapa da campanha, que traz os jovens para o debate, para a situação de enfrentamento. É importante que todos estejam conscientes sobre o que está acontecendo em todas as salas de aula do Brasil. O intuito é passar informações sobre os hábitos e formas de reprodução do Aedes aegypti, além de ressaltar as maneiras de combate e prevenção ao mosquito. A conscientização da população começa na sala de aula”, disse.

Os estudantes da Escola Viva São Pedro estavam animados e mostraram muita disposição para atuar nessa batalha. Eles receberam o material e prestaram muita atenção nas informações repassadas.

“Senti uma energia muito boa de vocês, estudantes. Vamos precisar canalizar esta energia para ajudar a eliminar os focos do mosquito que transmite zika, dengue e chikungunya. Estamos vivendo uma tragédia na saúde pública, com 72 casos de bebês com microcefalia aqui no Estado. Para diminuir os casos a solução é simples: eliminar os focos de água parada. Para isso, basta escolher um dia na semana para fazer a vistoria em casa e repetir toda semana, sempre nesse mesmo dia. Isso é um exercício de cidadania, solidariedade e ação coletiva. Contamos com cada um de vocês no combate ao mosquito”, disse o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira.

“Estamos somando esforços para mobilizar a todos sobre a importância de combater a proliferação do mosquito. A alta incidência das doenças e suas consequências é um desafio para a saúde pública. Vamos passar essa fase crítica e a mobilização é a melhor forma de combate. Contamos com a ajuda dos nossos estudantes e de toda comunidade escolar. Estamos juntos nessa batalha”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

ES contra o mosquito
Todos os estudantes e professores do Espírito Santo farão parte da batalha e receberão orientação sobre as medidas preventivas. Mais de 70% dos focos do mosquito estão nas casas.

A proposta da campanha é que os estudantes recrutem os amigos, a família e os vizinhos, para eliminarem os focos de água parada. Um material impresso, entregue aos alunos, contém uma lista com os locais que deverão ser verificados e também possui dicas de cuidados. É só escolher um dia da semana e repetir a vistoria sempre no mesmo dia, para garantir a eliminação dos focos. O material deverá ser levado para um dos professores da escola para que possa ser dado o visto na fiscalização.

Para a estudante da 1ª série do Ensino Médio da Escola Viva São Pedro, Emily Teles, de 15 anos, que mora no bairro Santa Luzia, em Cariacica, “esse incentivo nos desperta de que devemos ser mais atuantes em casa e que também podemos ajudar. Vou fazer a fiscalização e vou incentivar meus amigos a fazerem também”.

Já o estudante da 2ª série do Ensino Médio da Escola Viva São Pedro, Ygor Demuner, de 16 anos, contou que já faz a sua parte. “Na minha casa eu e minha família já estamos tomando todos os cuidados para combater o mosquito. Evitamos deixar água parada no quintal e não deixamos acumular água nos vasos de plantas”, disse o aluno, que mora no bairro Joana D’arc, em Vitória.

Nacional de Mobilização da Educação Contra o Zika
A expectativa é usar o alcance da rede de educação, em todos os níveis, para disseminar informações sobre as formas de extermínio do mosquito e identificação da doença.

A iniciativa integra os esforços do Governo Federal na promoção de ações de orientação à população para o combate aos criadouros do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus e conta com o apoio das secretarias estaduais e municipais de Educação, além das Forças Armadas. A exemplo do que aconteceu no Dia Nacional de Mobilização Zika Zero, no último sábado (13), todos os ministros estão participando da mobilização nas escolas.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Campanha de vacinação contra a gripe será antecipada

O Ministério da Saúde busca antecipar a vacinação a fim de ajudar os profissionais de saúde a descartarem influenza na triagem de casos para...

O novo teste para detectar o virus da Zika

Método desenvolvido em Pernambuco é 40 vezes mais barato que o convencional. A expectativa é que o kit seja disponibilizado até o fim do ano. Exames...

Cai índice de dengue em Vitória (ES)

Redução de 0.7 pontos em relação ao último levantamento A Secretaria Municipal de Saúde de Vitória, ES, por meio do Centro de Vigilância em Saúde...

Novo secretário-executivo do MEC é do ES

A pasta estava sem secretário-executivo desde que Maria Helena Guimarães pediu exoneração e deixou o cargo em meados de maio. O economista Haroldo Corrêa Rocha...

Epidemias de verão: a igreja no combate ao mosquito

"A igreja de Cristo está em todo o lugar, seu engajamento é essencial para acabar com os casos de dengue, começando pelo nosso bairro" Dias...

Começa hoje período de rematrícula nas escolas públicas

Os alunos matriculados na rede pública estadual interessados em realizar rematrícula para o próximo ano ou solicitar transferência para outra escola, devem ficar atentos...

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Miniconferência on-line: “Fé e Ciência para Corpos e Mentes”

Cientistas cristãos brasileiros respondem questões de fé e ciência para corpos e mentes. Tema será abordado na mini Conferência online. Saiba mais!

Seminário de ciências bíblicas em edição virtual; começa hoje

Realizado há 20 anos pela Sociedade Bíblica do Brasil, evento incentiva o estudo e capacita líderes sobre o uso da Bíblia.

Grandes artistas do Brasil no “BH profetiza”

Realizado pela cantora Camila Campos, O BH profetiza vai reunir diversos cantores, entre eles Weslei Santos, Gai Sampaio, pastora Helena Tannure e outros. Evento será transmitido ao vivo, nesta terça-feira, 17 

Conferência pastoral Fidelidade Extrema

Realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, a Conferência começou hoje, 13 e vai até amanhã. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Fernandinho e os 16 anos de Ministério pastoral

Uma das maiores referências musicais no mercado gospel, Fernandinho, completou 16 anos de ministério pastoral: "Quero continuar servindo ao meu Deus e à Sua Igreja!", escreveu o cantor

Primeira brasileira a presidir Tribunal de Apelações da ONU

“Na presidência, quero tentar honrar essa tradição brasileira de boa diplomacia, com respeitabilidade honestidade e boa-fé”, disse a magistrada

Deive Leonardo grava última série do ano: Confira!

Gravação será no dia 12 de dezembro, em São José do Rio Preto (SP). Saiba mais!

Atriz é demitida por se posicionar contra a homossexualidade

Após usar sua página no facebook para escrever seu posicionamento contra a homossexualidade, a atriz cristã foi demitida de uma peça de teatro que participaria como atriz principal. Saiba mais!