24.4 C
Vitória
segunda-feira, 15 abril 2024

“O cristianismo está sob ataque”, alerta pastor

Centenas de Bíblias foram queimadas em frente à igreja liderada pelo pastor Greg Locke - Foto: Facebook/Pastor Greg Locke

Pelo menos 200 Bíblias foram deixadas queimadas em frente à Global Vision Bible Church, nos EUA

Por Patricia Scott

Centenas de Bíblias foram queimadas em frente à Global Vision Bible Church, em Mount Juliet, nos EUA. Poucas horas após o incidente, durante o Culto de Páscoa, no último domingo (31), o pastor Greg Locke, líder da denominação, destacou que o cristianismo está sob ataque no país.

Segundo o líder religioso, o ataque que caracteriza intolerância religiosa é um sinal do fim dos tempos, além de representar que a volta de Jesus é iminente. “Se você acha que o cristianismo não está (sob) ataque mais do que nunca nos Estados Unidos da América, não está prestando atenção”.

Greg exortou ainda aos cristãos: “Pare de ser morno. Pare de ser tão passivo-agressivo, mimado e espiritualmente efeminado. Ok? Estou lhe dizendo, eles estão atacando igrejas na América”.

- Continua após a publicidade -

Recentemente, o pastor esteve em Israel. Assim, na pregação, ele enfatizou aos crentes que as profecias bíblicas estão se cumprindo. De acordo com ele, em breve a mesquita no Monte do Templo será “deixada em escombros” e que a novilha vermelha será sacrificada, marcando a chegada do Anticristo. “Estamos vendo a Palavra de Deus se cumprir diante de nossos olhos”.

Intolerância religiosa

No domingo de Páscoa (31), às 6h, um homem deixou um reboque carregado com cerca de 200 Bíblias em frente à Global Vision Bible Church. Antes de fugir, ele ateou fogo nas Sagradas Escrituras. Câmeras de segurança da igreja registraram o crime.

Rapidamente, policiais e o Corpo de Bombeiros chegaram ao local. As chamas foram apagadas.

Em rede social, o pastor Greg compartilhou que ficou chocado ao saber sobre o incidente logo ao acordar, no Domingo de Páscoa. “Foi um cenário e tanto. Foi estranho, porque ele [o suspeito] estava com os pisca-piscas ligados e arranhou as rodas e tudo mais. Ele era muito meticuloso, então teve que ser muito corajoso para fazer o que fez. Já tivemos pessoas fazendo coisas em nosso prédio, fomos vandalizados várias vezes, por isso precisamos de segurança, mas nunca 200 Bíblias sendo queimadas”, postou Locke, no Facebook.

Ele encorajou a congregação a permanecer firme. “Essa é uma declaração bastante rebelde em relação à Igreja”, pontuou, acrescentando que “o que as pessoas muitas vezes pensam que vai nos impedir, na verdade, apenas nos encoraja, de uma forma estranha, sabendo que estamos fazendo o que é certo”.

Caso sob investigação

O caso está sendo investigado pelo Gabinete do Xerife do Condado de Wilson. Ninguém foi preso ainda.

“O trailer, contendo Bíblias, foi deixado no meio do cruzamento e depois incendiado intencionalmente”, divulgou, em comunicado, as autoridades.

Segundo elas, “para manter a integridade da investigação em curso, outros detalhes específicos não podem ser fornecidos neste momento”. No entanto, o Gabinete do Xerife garantiu à comunidade que “novas atualizações serão compartilhadas no momento apropriado”. Com informações Religion News Service 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -