17.7 C
Vitória
segunda-feira, 27 junho 2022

Mega Igreja Willow Creek realiza demissões após crise pandêmica

Mega Igreja Willow Creek em Chicago no EUA. Foto: Reprodução

Willow Creek anuncia cortes de colaboradores após crise financeira ocasionada pela pandemia da covid-19

Por Victor Rodrigues 

O pastor sênior da Igreja de Willow Creek, David Dummitt, admitiu a “dura realidade” financeira da instituição. Devido ao impacto da pandemia a igreja localizada em Chicago nos Estados Unidos, foi forçada a reduzir o número de colaboradores.  

O pastor afirma que a igreja avaliou seus hábitos financeiros e está economizando. “Atualmente, ‘Willow’ é metade do tamanho que éramos antes da covid-19. Isso tem grande impacto financeiro”, disse o líder em vídeo compartilhado no YouTube em maio.  

“A regra geral para igrejas saudáveis é manter os custos de pessoal em ou abaixo de cerca de 50% do seu orçamento operacional total. Atualmente, nosso pessoal representa 72% do nosso orçamento operacional”, continuou. 

Pastor David Dummitt, da Mega Igreja Willow Church. Foto: Reprodução / YouTube.

Além disso, ele demonstrou preocupação com famílias dos colaboradores que terão suas rendas afetadas pelas demissões em massa. Por outro lado, o pastor revelou que está comprometido a passar por isso da forma mais honrada possível.

Pandemia financeira 

O pastor David foi contratado pela Willow Creek logo após o início da pandemia em março de 2020. Ele disse que a igreja procura “maneiras inovadoras de alavancar nossas instalações para oportunidades de geração de renda e construção da comunidade”.

Na quarta-feira a igreja publicou uma declaração em seu site afirmando que os cortes de pessoal criarão cerca de US$ 6,5 milhões em economias e reduzirão as despesas com pessoal para 52% do orçamento total da igreja em 2023.

No final de 2021, a igreja teve uma média de 43% de sua média de atendimento semanal de 2019 e viu uma diminuição nas contribuições, explica o comunicado.

“Essas mudanças são difíceis para os funcionários que amamos que não terão mais um papel de funcionário. Alguns deles estão conosco há muitos anos”, diz o comunicado.

“Nós nos preocupamos profundamente com nossa equipe, tanto aqueles que ficam quanto aqueles que saem, e estamos comprometidos em caminhar ao lado de todos bem durante esta temporada”, prossegue comunicado. 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se