26 C
Vitória
segunda-feira, 27 setembro 2021

Após massacre – Alunos voltam às aulas em escola do EUA

O retorno acontece duas semanas após a tragédia que resultou na morte de 17 pessoas. Alunos foram recebido com flores e aplausos.

Os estudantes da escola de ensino médio americana Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, na Flórida, EUA, voltaram às aulas nesta quarta-feira (28). O retorno foi em meio a ostensivas medidas de segurança, duas semanas depois da tragédia que terminou na morte de 17 pessoas. Os alunos também estavam emocionados.

Eles entraram na escola entre lágrimas, com rostos que refletiam tristeza. Vários pais, vizinhos, alunos e ex-alunos de outras escolas e diversos policiais se reuniram na entrada principal para apoiar os estudantes.

Os alunos foram recebidos com flores e palavras de ânimo: “Estamos com vocês!”. Enquanto entrava na escola um dos alunos disse à Agência EFE: “Sabe, é bom voltar. Já era o momento”.

Os professores voltaram alguns dias antes ao colégio para se prepararem. No último domingo (25), a instituição organizou um dia de orientação para permitir a pais e estudantes recuperarem as coisas que deixaram para trás em meio ao pânico e à retirada do dia do tiroteio.

O massacre na escola aconteceu em 14 de fevereiro, Dia de São Valentim. Foi pelas mãos do ex-aluno Nikolas Cruz, de 19 anos. Ele foi expulso da instituição por razões disciplinares. O rapaz usou um fuzil AR-15, que havia comprado legalmente.

Veja o vídeo


Leia mais

A igreja diante da tragédia do EUA
Autor da tragédia em escola do EUA diz que “ouviu demônios”
Famílias das vítimas do massacre EUA recebem apoio espiritual

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se