23.8 C
Vitória
segunda-feira, 6 dezembro 2021

Você já se sentiu sozinho na multidão?

Como se pode lutar contra as adversidades do destino sem a ajuda de amigos fiéis e dedicados ou sem um companheiro de vida pronto para compartilhar os altos e baixos?

Por Marlon Max

Essa é a indagação do filósofo e sociólogo polonês Zygmunt Buaman. O desajuste da vida em meio a uma era hiperconectada, aponta Bauman ,está produzindo pessoas mais inseguras e isoladas. A solidão tem sido um sentimento recorrente para metade da população do Brasil.

De acordo com o levantamento “Perceptions of the Impact of Covid-19” (Percepção do Impacto da Covid-19 — em português), o número de brasileiros que se sentem sozinhos passa a média mundial. A pesquisa foi realizada pela Ipsos com pessoas de 28 países, sendo mil brasileiros. 52% afirmaram que sentem solidão, sendo a média mundial 48%.

A sensação de solidão aumentou no primeiro semestre de 2021, segundo 52% dos brasileiros. Para 43% das pessoas que responderam a pesquisa no Brasil, o último semestre gerou impacto negativo em sua saúde mental.

Um fenômeno social que vem sido notado são pessoas que vivem cercadas de amigos mas se sentem sós. De acordo Zygmunt Bauman, essa é uma característica própria da pós-modernidade. “Estamos todos numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo”, aponta Bauman que justifica esse pensamento dizendo que “o amor é mais falado do que vivido, e por isso vivemos um tempo de secreta angústia”.

Fonte: Ipsos

A solidão, como se imagina, é um estado de isolamento. Mas também é possível se sentir só estando no meio das pessoas. Esse sentimento de inadequação é fruto de algum desajuste ou trauma vivido na infância. O médico psiquiatra Dr. Moreira diz que são muitas as pessoas que se escondem no meio da multidão.

“A pessoa cresceu com traumas ou em um lar desajustado e na fase adulta da vida não consegue superar essas dificuldade, por isso escolhem estar em meio a multidão, mas internamente estão solitárias e inseguras”, explica.

O médico recomenda que pessoas quem enfrentam esse tipo de situação busque ajuda profissional.

“Através da psicanálise conseguimos levar o paciente até o momento onde o problema começou e ele mesmo fará reflexões sobre como isso afetou a vida dele. Nesse momento, o indivíduo percebe que não precisa se isolar ou se sentir insegura e passa a viver melhor com quem ele é”.

Apesar da solidão, Há solidariedade

Mesmo com as pessoas se sentindo sozinhas, De acordo com analistas do Ipsos, há uma percepção de que os membros das comunidades locais estão mais solidários uns com os outros nos últimos 6 meses. No Brasil, 36% concordam que a solidariedade aumentou. O índice global é de 32%. Os países que mais notaram crescimento na solidariedade foram China (55%), Índia (55%) e Arábia Saudita (51%).

A pesquisa on-line foi realizada com 23.004 pessoas com idade entre 16 e 74 anos de 28 países. Os dados foram colhidos entre 23 de dezembro de 2020 e 08 de janeiro de 2021 e a margem de erro para o Brasil é de 3,5 pontos percentuais.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se