24.9 C
Vitória
sábado, 20 abril 2024

Você busca o mesmo alvo de Paulo?

Na corrida da vida espiritual você não ganha de ninguém, mas ganha de si mesmo. Foto: Freepik

Filipenses 3:12-16 utiliza termos do esporte para comparar a dedicação do atleta à luta do cristão em sua vida espiritual.

Por Cristiano Stefenoni

Um dos textos mais conhecidos do apóstolo Paulo, Filipenses 3:12-16, utiliza termos do esporte para comparar a dedicação do atleta à luta do cristão em sua vida espiritual. A frase “prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus” (v.14) é uma demonstração clara de que, sem esforço e ação, a espiritualidade do crente está condenada ao fracasso.

Mas afinal, a que metas e alvos especificamente Paulo se referia? Para entender essa metáfora, antes é preciso saber como eram os esportes na época em que o apóstolo escreveu suas cartas. Segundo a arqueologia, foi descoberto que em 175 a.C., um sumo sacerdote de Jerusalém chamado Jasão construiu um estádio de estilo grego para a prática de artes marciais, boxe, natação, corridas, ginástica e outras modalidades.

Na Grécia, por exemplo, os Jogos Olímpicos começaram a ser realizados no século 8 a.C. Em Roma havia uma série de eventos que serviam de espetáculo que iam de corridas de carruagens até o boxe e competições de gladiadores. Já o rei Herodes reintroduziu o atletismo com a construção de um novo estádio no século 7 a.C. e jogos para honrar César.

- Continua após a publicidade -

Segundo o pastor Gedimar de Araújo, líder nacional do Ministério de Apoio para Pastores e Igrejas (Mapi), o texto de Paulo é uma forma de motivar os cristãos a não desistirem de sua vida com Cristo, por mais dificuldades que venham a passar.

“O verbo ‘prossigo’ que Paulo usa aqui tem o sentido de ‘pressiono, sigo com zelo, me esforço’. Esse verbo faz menção ao esforço necessário para continuar na corrida. Nessa corrida você não ganha de ninguém, mas ganha de si mesmo. Todos os dias você tem que lutar contra a vontade de sair da corrida e persistir. Por isso, não pare, não desista!”, afirma. O pastor Araújo separou cinco motivos pelo qual Paulo disse que vale a pena lutar, confira:

1 – Alcançar a ressurreição (v.10-11).
“Quero conhecer a Cristo e experimentar o grande poder que o ressuscitou. Quero sofrer com ele, participando de sua morte, para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dos mortos!”. Talvez fosse isso que Paulo estivesse desejando alcançar. Um tipo de vida ressurreta, uma esperança futura de ressurreição.

2 – Alcançar a perfeição (v.12).
“Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus”. Na época de Paulo havia um grupo de Judaizantes que pregava a doutrina da “perfeição” como condição para a salvação. Mas Paulo claramente afirma que não alcançou a perfeição.

3 – Alcançar um alvo (v.13).
“Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante”. Será que o que Paulo queria era um alvo ou uma meta física e material, como uma posição de edificação? Ele fala que queria “alcançar aquilo que está adiante”, o Lar Celestial.

4 – Alcançar um prêmio (v.14).
“Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus”. Talvez pudéssemos achar que Paulo era ambicioso e estava à procura de alguma recompensa. Mas a figura aqui era a coroa de louros que o corredor ganhava ao final da corrida. Uma alusão à coroa de ouro que os salvos receberão no Ceú.

5 – Alcançar a maturidade (v.15).
“Todos nós que alcançamos a maturidade devemos ver as coisas dessa forma, e, se em algum aspecto vocês pensam de modo diferente, isso também Deus lhes esclarecerá”. Num primeiro momento podemos achar que Paulo queria alcançar reconhecimento ou autoridade por se colocar como alguém maduro.

Mas o conceito de maturidade que ele está usando aqui é justamente o contrário disso. Ser maduro é estar consciente de que ainda não alcançou. E o fato de você não ter alcançado não lhe dá o direito de desistir da corrida.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -