25.8 C
Vitória
quarta-feira, 21 outubro 2020

ONU lembra vítimas de violência religiosa e de crença

Leia também

Brasil e EUA em novo acordo

Robert Lighthizer, participou do mesmo evento, e afirmou que o atual relacionamento beneficia ambos os países

Juiz bloqueia R$ 29 mi de Doria por ‘autopromoção’

Campos considerou que há indícios de que Doria os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa

Conselho de Ética: investigação contra Chico Rodrigues depende de Alcolumbre

A estratégia da cúpula do Senado é derrubar o afastamento determinado pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF)

O Dia Internacional em Memória das Vítimas de Atos de Violência baseados em Religião ou Crença, aprovado pela ONU, foca a crescente violência e intolerância religiosa no mundo

A violência religiosa é um grave problema em todo o mundo. Nesta quinta (22) é celebrado, pela primeira vez, o Dia Internacional em Homenagem às Vítimas de Atos de Violência Baseados na Religião ou Crença. E a data foi instituída na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) em maio deste ano. Acima de tudo, o objetivo é fortalecer o debate sobre o problema.

A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) é uma das instituições envolvidas com a causa. “Este dia é um passo importante para garantir que mais atenção seja dada aos cristãos perseguidos no futuro”, disse Thomas Heine-Geldern, presidente da ACN. A instituição que desenvolve diversos projetos em prol de cristãos perseguidos recebeu com “satisfação e comprometimento” a comemoração.

Brasil

O embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Nestor Forster, falou ao Conselho Econômico e Social das Nações Unidas (ECOSOC), hoje (22). E em seu discurso, destacou a importância da liberdade religiosa no mundo.

Forster agradeceu ao governo da Polônia, com ênfase ao Ministro das Relações Exteriores, Jacek Czaputowicz, pela atenção ao problema. O ministro levou a questão da perseguição religiosa à atenção do Conselho de Segurança da ONU.

“A liberdade religiosa está na base das políticas públicas promovidas pela administração do presidente Jair Bolsonaro“, disse Forster. Lembrou o trabalho dos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; e da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, Damares Alves. Ambos alinhados com a mesma agenda.

Violência religiosa

Pesquisas realizadas pela Portas Abertas e instituições parceiras apontam que a intolerância e perseguição religiosa abrangem mais de 60 países no mundo. E na lista Mundial da Perseguição, o ato é classifica como extremo, severo e alto em 50 países.

Segundo o estudo, países como Coreia do Norte, Afeganistão, Somália e Paquistão integram a classificação de extremos em nível de perseguição. O que não exclui os demais países que têm sua origem em religiões extremistas e que apresentam alta pontuação nas pesquisas. Governos que hostilizam cristãos e não aceitam outra religião, senão a oficial, também configuram como fontes de perseguição.

O CEO da instituição, Dan Ole Shani, celebrou. “Portas Abertas apoia e celebra essa data para lembrar aqueles cujas vidas foram tragicamente afetadas pela violência, levadas a cabo simplesmente porque são da ‘religião errada’ ou se recusarem a negar sua fé”, disse.

Ele ainda lembrou que a ação contínua da Portas Abertas vem apoiando e dando suporte a cristãos perseguidos pelo mundo, há mais de 60 anos. “Continuaremos a reunir a igreja livre em todo o mundo para nos unir à nossos irmãos perseguidos”, afirmou. E Shani completou: “continuaremos a pedir a Deus que dê a seu povo força para se apegar a Ele por meio da perseguição”.

*Da Redação, com informações de Portas Abertas


Leia mais

“As pessoas não sabem que cristãos são perseguidos”, diz Marco Cruz
ONU cria dia para lembrar da perseguição religiosa

- Publicidade -

Matérias relacionadas

A fascinante história do menino de rua que virou milionário

A superação de um jovem australiano de 22 anos que virou milionário, busca inspirar outras pessoas em situações semelhantes. Conheça essa história fantástica!

Igrejas incendiadas no Chile: “repudiável”, diz Marco Cruz

O secretário-geral da Portas Abertas, chamou os ataques as igrejas do Chile no domingo, 18, de "reprovável". Saiba mais!

“Onde o espírito de Deus está”, com Christine D’Clario

Segundo a artista, música vai abençoar as pessoas que se conectam com Deus. Conheça a canção!

Rayssa Peres em “Somos mulheres de Deus”

Música é uma homenagem às mulheres. Conheça a canção!

Netanyahu sobre os cristãos: “campeões da verdade”

Primeiro-ministro participou da 4ª Cúpula Anual da Mídia Cristã em Jerusalém. Saiba mais!

Superação! Ela venceu o câncer de mama

O Desafio Superação, em prol do Outubro Rosa mobilizou mais de 1.700 mulheres de todo o Brasil. Saiba mais!

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Rayssa Peres em “Somos mulheres de Deus”

Música é uma homenagem às mulheres. Conheça a canção!

Deive Leonardo de volta as pregações presenciais

Fenômeno da internet, Deive Leonardo grava a primeira série presencial em Itajaí (SC) depois de um bom tempo sem gravar por conta da pandemia.

Episódios do Nossa Música Brasileira; Assista aqui!

Nossa Música Brasileira acontece em formato on-line, com episódios até o final de 2020.. Confira aqui!

Os vencedores da Billboard Music Awards 2020

Kanye West levou nove prêmios, em seis categorias. A cantora Lauren Daigle, que ganhou em três categorias do prêmio em 2019, venceu esse ano como melhor artista cristã.