Lembre-se das vítimas de terrorismo

Foto: Portas Abertas

Atos como este têm se tornado cada vez mais comuns e o número de vítimas de terrorismo ao redor do mundo só aumenta

Os ataques terroristas têm sido bem comuns contra cristãos em boa parte dos países que não consideram o cristianismo como religião. Por isso, terroristas perseguem, violentam, prendem e até matam cristãos que insistem em pregar sua fé.

Para trazer à memória essa situação, hoje (21) é celebrado o Dia Internacional de Lembrança e Tributo às Vítimas do Terrorismo. Vários grupos extremistas têm espalhado medo, ódio, dor e indignação. O rastro de destruição é evidente após ataques do Boko Haram, Al-Shabaab, pastores de cabra fulani, Estado Islâmico, entre outros.

Neste ano, um dos principais e mais letais ataques a cristão aconteceu no Sri Lanka, no domingo de páscoa, em abril, quando o pequeno país do Sudoeste Asiático foi atacado por bombardeios coordenados, sendo três deles em igrejas de diferentes cidades.

Os bombardeios, que tiraram a vida de 253 pessoas e deixaram centenas de feridos, foram assumidos pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Outra região muito agredida por diversos grupos islâmicos é a África Subsaariana, que envolve países que se encontram em perseguição extrema e severa, como Nigéria, Sudão, entre outros. Além dos ataques constantes de grupos radicais, os países dessa região também enfrentam conflitos internos, fome, seca e descaso do governo.

Campanhas de oração

Saber que isso ocorre é doloroso, afinal, cristãos de todo o mundo têm perdido parentes de forma brutal, sido expulsos de casa, visto igrejas serem destruídas e cidades tomadas por radicais. Mas Jesus passou por aflições semelhantes e nos deixou o exemplo de como reagir diante de situações como essas.

A Bíblia é clara sobre como tratar, amar e orar por inimigos e pelos perseguidores. Ao longo do ano, a missão Portas Abertas vem lançando campanhas de oração, ajuda assistencial e pós-trauma para amenizar a dor desses cristãos. É uma forma de dizer a eles que não estão sozinhos, esquecidos ou abandonados.

Uma das campanhas é a Ajuda Rápida ao Sri Lanka, que visa atender às famílias que perderam seus entes durante os ataques da Páscoa e outras que enfrentam a perseguição diária.

Veja Perseguição aos cristãos na Nigéria


Leia mais

Terroristas prometem novos atentados contra “adoradores da cruz”