24.2 C
Vitória
quarta-feira, 21 outubro 2020

Vacina da Moderna contra a covid-19 passa para estágio avançado de testes

Leia também

Tereza Cristina diz ver potencial para crescimento no comércio com países árabes

Em meio à crise decorrente da covid-19, o Brasil demonstrou capacidade de cumprir com seus compromissos internacionais

‘Reconheço mérito, mas correções podem ser feitas’, diz Marques

O desembargador evitou se posicionar se é favorável ou não a uma revisão na prisão após condenação em segunda instância

Ministro da Saúde testa positivo para covid-19

Pazuello já havia tido febre e passado mal no início da semana, deixando, inclusive de participar de cerimônias públicas

As notícias do estudo, que testará a resposta à vacina em 30 mil adultos sem registro da doença respiratória, aumentaram as ações da Moderna em 11%

O laboratório Moderna Inc. afirmou nesta segunda-feira, 27, que iniciou o estágio final de testes em uma candidata a vacina para a covid-19, com apoio do governo dos Estados Unidos. Este é a primeira pesquisa a ser implementada no programa anticoronavírus “Operation Warp Speed”, do governo de Donald Trump.

O governo federal dos EUA está apoiando o projeto com quase U$ 1 bilhão (aproximadamente R$ 5,21 bilhões) e o escolheu como um dos primeiros a entrar na fase de ensaios em larga escala em humanos.

Mais de 150 candidatos a vacina estão em vários estágios de desenvolvimento pelo mundo, com 23 perspectivas em testes em humanos. A Moderna e a empresa britânica AstraZeneca Plc estão liderando a corrida com seus candidatos já em estágio avançado.

Enquanto a rival AstraZeneca disse na semana passada que ainda estava em vias de produzir suas doses até setembro, o laboratório e outras empresas farmacêuticas estão agora visando a entrega de vacinas totalmente testadas até o final deste ano. “Ter uma vacina segura e eficaz distribuída até o final de 2020 é uma meta extensa, mas é a meta certa para o povo americano”, disse Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de Saúde dos EUA.

A Moderna disse que continua a caminho de fornecer cerca de 500 milhões de doses por ano, chegando até 1 bilhão de doses por ano, a partir de 2021.

O estudo foi desenvolvido para avaliar a segurança do mRNA-1273 da Moderna e determinar se a vacina pode prevenir a covid-19 sintomática após duas doses. Os cientistas também procuram responder se ela poderá prevenir a morte causada pelo coronavírus, entre outros objetivos.

Outras vacinas que também chegaram a estágios avançados na última semana são as desenvolvidas pela China com apoio do Cansino Biologics, em estudo que causou uma forte reação de anticorpos na maioria dos cerca de 500 voluntários testados; e pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, que se mostrou segura e produziu resposta imune em ensaios clínicos iniciais em mais de mil voluntários saudáveis.

No Brasil, a vacina chinesa CoronaVac começou a ser testada em voluntários na terça-feira passada, dia 21, e o Instituto Butantã de São Paulo recebeu 20 mil doses do imunizante contra o novo coronavírus e de placebo que serão distribuídas para 12 centros de referência do País. A expectativa do Governo de São Paulo é que, caso haja resposta positiva, ela esteja disponível para a população no início de 2021.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Líder da Missão Praia da Costa, Pastor Simonton Araújo, está na UTI

Pastor Simonton Araújo dirige a Missão Praia da Costa, em Vila Velha (ES), há 24 anos: "Seja feita a vontade do PAI!", escreveu

Ministro da Saúde testa positivo para covid-19

Pazuello já havia tido febre e passado mal no início da semana, deixando, inclusive de participar de cerimônias públicas

No Congresso, Doria pede que Bolsonaro respeite Pazuello

"Esperamos que a posição do ministro expressa ontem (terça-feira) seja a do governo Bolsonaro", disse o ministro

Atenção primária à saúde no Brasil é abaixo da ideal, aponta IBGE

A pesquisa mostra que, neste mesmo período, a prevalência da obesidade feminina foi a que mais aumentou, passando de 14,5% para 30,2%

Medo do novo e a “síndrome da cabana”

O fim do distanciamento social pode provocar “síndrome da cabana” ou distanciamento social pode causa transtorno mental. Saiba mais!

Ocupação de UTI no Estado de SP é a mais baixa da pandemia

"Estamos no controle da pandemia, mas a vacina é e será a única maneira de retornarmos ao normal", completou o secretário Gorinchteyn

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

“40 Dias – Milagre Da Vida”: impacto e esperança

Pastores e líderes de diversos lugares do país, mobilizaram pessoas de suas igrejas, amigos e familiares para conferirem no cinema a história impactante de Abby Johnson

Rayssa Peres em “Somos mulheres de Deus”

Música é uma homenagem às mulheres. Conheça a canção!

Deive Leonardo de volta as pregações presenciais

Fenômeno da internet, Deive Leonardo grava a primeira série presencial em Itajaí (SC) depois de um bom tempo sem gravar por conta da pandemia.

Episódios do Nossa Música Brasileira; Assista aqui!

Nossa Música Brasileira acontece em formato on-line, com episódios até o final de 2020.. Confira aqui!