Unidos em Família

Unidos-em-Familia_Manaim-1
Pastor e presidente Gedelti Gueiros no segundo dia pela manhã

Um grande encontro entre pais e filhos do Brasil e do exterior

Victor Rodrigues

Totalmente unidos. A nona edição do seminário Unidos em Família reuniu representantes da Igreja Cristã Maranata (ICM) de 20 estados do Brasil e do mundo. Pais e filhos que se encontraram para um tempo de renovo espiritual e aprendizado, no Maanaim de Domingos Martins (ES). Durante quatro dias, 1.400 pessoas, 400 crianças e mil adultos, participaram do evento no Espírito Santo.

Além de espírito-santenses, havia particiantes de Alagoas, Bahia, Brasília, Goiás, Amazonas, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Porto Alegre, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

E também houve presença internacional, com famílias do Chile, da Argentina, dos Estados Unidos e do Japão. Uma caravana da ICM de Santiago, no Chile, participou do evento com 26 pessoas. Entre elas, Abel Antônio, que ao lado da esposa, Gisselle Carolina, e dos filhos, Daniel Alejandro e Mariana Antônia, revelou ter ficado impactado com a programação.

“Foi a primeira vez que nós viemos a este tipo de evento. A organização que percebemos para o cuidado de nossos filhos… Tem sido algo maravilhoso. Glorifiquei muito a Deus pelos temas que foram trazidos, que vão fazer uma mudança em nossa estrutura familiar”, afirmou Abel.

E diretamente da ICM de Ramos Mejía, em Buenos Aires, Argentina, Ednilton de Souza veio com a esposa, Tatiane Meira, e o filho, Adrian Asaph, de 13 anos. O menino descreveu o seminário como uma preparação para a vida.

“Gosto muito do ‘Unidos em Família’. Tem sido bom, pois ensina muito sobre a vida e também como tem de cuidar do meio ambiente. E em casos como de afogamento, ele ensina você a salvar muitas vidas”, contou Adrian.

Unidos-em-Familia_Manaim-5
“Há uma necessidade de trabalhar com a família, pois vemos hoje ela sendo atacada para todos os lados” – Um dos coordenadores do Unidos em Família, pastor Luiz Eugênio. Foto: Renato Cabrini
Programação

No decorrer dos quatro dias de evento, houve programações específicas para os pais e outras para os filhos, além de momentos em que as famílias participaram juntas de aulas e cultos. As classes foram divididas por faixa etária: de 0 a 3 anos, de 3 a 6 anos, intermediários (de 7 a 11 anos) e adolescentes. Além disso, foram ministradas aulas de astronomia, biologia e meio ambiente, experiência na área de biologia, oficina maker (robótica) e atividades educativas.

No primeiro dia, os bombeiros ministraram atividades práticas sobre como usar extintores de incêndio, socorrer alguém engasgado, e como proceder em casos de afogamento.

Da mesma forma, houve instruções sobre organização e método, como manter a cama e a casa arrumadas e estudar de maneira correta. Além disso, pais receberam orientações para saber proceder na ajuda para com os filhos.

No segundo dia, na parte da manhã, em uma palavra direcionada aos adultos, o presidente da ICM, pastor Gedelti Gueiros, disse que a Igreja tem um compromisso com tudo o que está à volta. “Temos compromisso com o meio ambiente, professores capacitados com pós-doutorado no exterior e em todos os níveis de robótica e inteligência artificial. E queremos mostrar aos irmãos, por meio desses profissionais, a diferença entre ciência e Fé”, revelou o presidente.

“Temos compromisso com o meio ambiente, professores capacitados com pós-doutorado no exterior e em todos os níveis de robótica e inteligência artificial. E queremos mostrar aos irmãos, por meio desses profissionais, a diferença entre ciência e Fé” – Pr. Gedelti Gueiros, presidente da ICM. Foto: Renato Cabrini

Também foram ministradas aulas sobre Ciência e Fé, o Invisível e o Visível, a Obra Criadora e Redentora, e economia de energia elétrica, assim como sobre o meio ambiente, lecionada pelo pós-doutor em Agroecologia, professor João Luiz Lani, do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Em específico, no terceiro dia, uma palestra com a temática “drogas” foi conduzida pela manhã para os adultos, com o objetivo de mostrar os cuidados, prevenção e consequências do contato dos filhos com esse mal. Pela tarde, houve uma aula destinada a todas as idades com o tema “saúde bucal”. E no decorrer de todas as noites, foi ministrada a oficina de Língua Brasileira de Sinais (Libras), disponível a todos que quisessem aprender.

Segundo o pastor Luiz Eugênio, coordenador do Unidos em Família, o trabalho visa à harmonia nos lares. “Há uma necessidade de trabalhar com as famílias, pois vemos hoje essa instituição divina sendo atacada por todos os lados. As famílias estão muito desagregadas, então há um espaço maior para os pais interagirem com os filhos”, destacou o coordenador.

Unidos-em-Familia_Manaim-4
Willian Moreira com a filha, Valentina, no plantio de mudas. Foto: Reprodução
Lazer e educação ambiental

Estandes de diversas áreas do saber, como de reciclagem, robótica sustentável, biologia, Libras e física, entre outras, instruíram pessoas de todas as idades.
Além disso, na manhã do segundo dia, as classes de crianças, intermediários e adolescentes foram convidadas a realizar o plantio de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica no Maanaim.

De acordo com o pastor Josias Júnior, responsável pela comunicação social da ICM, em todos os dias, ocorreram diversas atividades para todas as faixas etárias.
“O foco principal do Unidos em Família é a criança participar juntamente com sua família”, destacou.

Esse foi o caso da pequena Valentina, de 1 ano e 9 meses, filha de Willian Moreira, que veio da ICM Joinville Centro, Santa Catarina (SC), com toda a família participar do evento. Ela participou do plantio de mudas juntamente com outras crianças da classe de 3 a 6 anos.

“É uma oportunidade para nós estarmos juntos, aprendendo a Palavra do Senhor, e a Valentina desde nova tem essa oportunidade de estar no Maanaim, de aprender sobre sustentabilidade, de aprender sobre a importância de preservar o meio ambiente. São princípios que ela tem desde essa tenra idade, além desse contato com a natureza”, declarou Willian.

Ana Clara Bonatti faz parte da classe de adolescentes e afirma que foi às nove edições do encontro Unidos em Família. Participar das aulas de música e do plantio de mudas é do que mais ela gosta, além de divertir-se nas horas de lazer. “Esta vai ser a primeira vez que ando de tirolesa, e eu acho bem legal”, afirmou.

Unidos-em-Familia_Manaim-3
Crianças e adolescentes aguardam na fila da tirolesa, uma das atividades de lazer