24.1 C
Vitória
terça-feira, 18 maio 2021

“Uma Voz” é grito poético de Márcio Moreira

Márcio Moreira, que gerencia o marketing e curadoria musical dos projetos artísticos da Som Livre, se lança no mercado com suas canções autorais. Confira o segundo single do artista!

Depois de “Em paz”, Márcio Moreira, gerente de marketing e curadoria musical dos projetos artísticos da Som Livre, lança “Uma voz”. A música, que também ganhou um videoclipe, está disponível em todas as plataformas de streaming. O segundo single do cantor chega realçado pela mudança que o mundo vem sofrendo ante a pandemia.

O clipe de estúdio da canção foi dirigido por Serginho Bittencourt. E pode ser conferido no canal do artista no Youtube.
Música

‘Uma Voz’ nasce do olhar deste compositor sobre a relação do artista com sua música. Mas ganhou densidade nova com a mudança no cenário nacional.

“Era pra ser uma declaração de amor ao ofício de cantar, mas diante desta pandemia que o mundo atravessa e que tem polarizado as discussões a cerca do caminho que nosso país precisa seguir, se olhar para saúde ou se cuidar da economia, que uma voz virou um grito poético para chamar atenção do essencial que precisa ser o amor à vida em todas as suas formas”, explica.

O novo single é também a reunião de antigas e novas parcerias. “A música te enseja encontros com o passado, o presente e até com o futuro e ‘Uma Voz’ é exatamente o caso. Trata-se de uma parceria com meu mestre na música, o poeta e compositor Renato Torres, que literalmente forjou a poesia em mim desde menino e tem a produção musical, arranjos e afins assinada pelo Rodrigo Campello, que é um dos profissionais da música mais sensíveis que tive a honra de conhecer há poucos anos, mas já virou um amigo super especial”, confessa o artista.

Mercado
Quando lançou no primeiro dia do ano o primeiro Single “Em Paz”, Márcio debutava sua presença num lugar diferente do que o mercado da música está acostumado a vê-lo. Ele é jornalista de formação e executivo do segmento musical há quase uma década. Mas decidiu descumprir sua promessa e dividir com o público uma segunda obra, que lhe pareceu urgente nestes tempos de caos.
O paraense de 32 anos sempre foi um compositor de canções. E quem o conhece nos bastidores, sabe de sua verve artística apurada que, inclusive, lhe é a útil ferramenta na lida de seu trabalho diário com os artistas para quem trabalha.

“Sigo não tendo uma pretensão formal de me lançar como um artista de carreira, mas de fato carrego em mim a sensibilidade artística que, vez por outra, me convida a querer compartilhar com as pessoas, em forma de poesia, aquilo que me afeta e sei que, em tempos tão duros, tem afetado a tantos”, conta Márcio.

Assista a canção

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se