21 C
Vitória
quarta-feira, 29 junho 2022

Um pouco de história: A Bíblia no Brasil

Mais Artigos

Ainda no século XVIII, a Sociedade Bíblica Americana abriu escritórios no Brasil para distribuir bíblias ao povo brasileiro

Por Erní Walter Seibert

As organizações mais antigas criadas para distribuir a Bíblia no mundo são as Sociedades Bíblicas. A primeira Sociedade Bíblica com a visão de traduzir, produzir e distribuir a Bíblia foi a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira. Ela foi criada em 1804.

Já em 1808, quando Dom João VI declarou o Brasil Reino Unido com Portugal e abriu os portos brasileiros para as nações amigas, essa primeira Sociedade Bíblica se movimentou para produzir Novos Testamentos em português e enviar para o Brasil, onde chegaram em 1809.

Veja também:

Ainda no século XVIII, a Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira e a Sociedade Bíblica Americana abriram escritórios no Brasil para distribuir bíblias ao povo brasileiro. A Bíblia começou a ser distribuída nas capitais, como Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belém, e também pelo interior do Brasil, pelo trabalho dos colportores. As sementes da Palavra de Deus foram plantadas e encontraram terreno fértil por aqui. Muitas famílias que guardam bíblias antigas de seus antepassados em suas casas têm bíblias que foram produzidas pela Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira e pela Sociedade Bíblica Americana. Esse trabalho foi se desenvolvendo até que, em 1946, as duas Sociedades Bíblicas uniram seus escritórios sob o nome de Sociedades Bíblicas Unidas. Aí preparam uma reunião com as lideranças das igrejas existentes na época e, em 10 de junho de 1948, na cidade do Rio de Janeiro, fundaram a Sociedade Bíblica do Brasil.

A ideia de uma Sociedade da Bíblia tem por razão de ser o seguinte: o trabalho de tradução e distribuição da Bíblia deve ser feito de forma conjunta pelas igrejas. As igrejas devem supervisionar o trabalho da Sociedade Bíblica para que ela seja fiel à sua missão.
Desde 1948 até os dias de hoje, mais de 200 milhões de bíblias já foram distribuídas no Brasil pelas igrejas cristãs, por meio da Sociedade Bíblica do Brasil. E, desde a criação da Gráfica da Bíblia, milhões de bíblias produzidas no Brasil começam a amainar a fome da Palavra de Deus, que ainda é muito grande no mundo inteiro.

Agora mesmo, por causa da guerra entre Rússia e Ucrânia, a Sociedade Bíblica da Ucrânia fez um apelo dramático: mandem-nos bíblias. Eles não têm bíblias suficientes para distribuir ao povo no meio da guerra. E muitas pessoas, que nunca haviam pensado em ler uma bíblia, agora se dedicam à leitura. Por quê? Porque pensam no sentido da vida. Porque querem entender o ser humano. Porque querem entender um pouco mais sobre quem é Deus. E a Bíblia é o livro que os ajuda em meio aos terrores de uma guerra.

O povo cristão brasileiro, que criou a sua Sociedade Bíblica em 1948, tem muitas razões para celebrar esse aniversário. Deus abençoou esse trabalho, que já perdura por gerações e continua abençoando. Como sempre, o aniversário da Sociedade Bíblica do Brasil é celebrado nas igrejas. No mês de junho, convidamos todas as igrejas a realizarem um culto especial onde seja lembrado esse aniversário. Contem essa história para que as novas gerações conheçam a herança que recebem e que devem cuidar. Agradeçam a Deus por nos ter dado a sua Palavra. Agradeçam a Deus pela grande sementeira da Palavra que já ocorreu em nosso país. E peçam que Deus nunca nos deixe passar fome e sede da sua Palavra.

Graças às ofertas das igrejas e dos cristãos, enviadas para a Sociedade Bíblica do Brasil, são distribuídas gratuitamente bíblias em Braile, e a Palavra de Deus chega a centenas de milhares de pessoas que estão abaixo da linha da pobreza ou em situação de emergência no país. Deus seja sempre louvado pela distribuição de sua Palavra.

Erní Walter Seibert é diretor executivo da Sociedade Bíblica do Brasil.

- Publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Entrevistas