22.6 C
Vitória
segunda-feira, 6 julho, 2020

Após discurso, Trump caminha com a Bíblia na mão

Mais lidas

O mistério da morte de centenas de elefantes na África

Pesquisadores acreditam que o coronavírus possa ser uma das causas das mortes das centenas de elefantes na África. Saiba mais!

Coronavírus deixa 73 países em risco de escassez de remédios para HIV

A incapacidade dos fornecedores de entregarem os antirretrovirais dentro do prazo e a paralisação dos serviços de transportes terrestre e aéreo estão entre as causas

Estudantes com Fies podem suspender parcelas no BB a partir de hoje

A manifestação pode ser feita pelo app BB. Saiba mais! 

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Artigos da lei foram republicados no Diário Oficial de hoje. Saiba mais! 

A visita do presidente americano acontece depois que a igreja Episcopal de St. John foi vandalizada durante os protestos contra o racismo.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou nesta segunda-feira (1) igreja Episcopal de St. John. Um edifício histórico próximo à Casa Branca, que foi incendiado na noite de domingo durante um protesto contra o racismo.

Após discursar nos jardins da Casa Branca, o presidente anunciou que iria ao um “lugar especial”. Em seguida, foi a pé até a chamada “igreja dos presidentes”, levando uma Bíblia em uma das mãos.

O fato aconteceu após o presidente se dirigir à nação com uma mensagem anunciando a utilização da Guarda Nacional para conter os protestos que se espalharam pelo país.

Opiniões divididas

O ato do presidente dividiu opiniões. Para alguns líderes cristãos, Trump estava defendendo a Palavra de Deus e a constituição dos EUA. Outros acreditam que a visita teve “fins políticos partidários”.

“A visita de Trump não fez nada para nos ajudar ou para nos curar. Pelo bem de George Floyd, por todos os que sofreram injustamente, e pelo bem de todos nós, precisamos de líderes que nos ajudem a ser uma nação sob Deus, com liberdade e justiça para todos”, disse o bispo Michael Curry, chefe da Igreja Episcopal dos EUA.

Outros líderes agradeceram a Trump por sua visita à igreja. “Ele surpreendeu os que o seguiram segurando uma Bíblia em frente à igreja. Obrigado Presidente Trump. Deus e Sua Palavra são a única esperança para a nossa nação”, escreveu o pastor Franklin Graham no Facebook.

*Com informações de Christian Today 

- Continua após a publicidade -

Comunhão Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Artistas cristãos na ação social “Eu Soul VC”

Entre os artistas cristãos confirmados estão Casa Worship, Renascer Praise, André e Felipe, Rebeca Carvalho e Leandro Borges

The send Argentina é adiado para 2021

Em comunicado, os organizadores do The Send disseram que a data exata será definida assim que o governo tiver o poder de reativar eventos maciços

Em agosto, 16º Fórum de Ciências Bíblicas

Com o tema “A Bíblia para as novas gerações”, evento será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, no Centro de Eventos de...

Expoevangélica 2020 é adiada para dezembro

Neste ano, a Expoevangélica celebra 15 anos e pretende realizar uma grande festa em Fortaleza (CE).

Plugue-se

“Bíblia de Estudo Swindoll”: mais compreensão e curiosidades

Além de facilitar a compreensão, a "Bíblia de Estudo Swindoll" traz curiosidades sobre o livro mais vendido do mundo

Kanye West anuncia nova música de trabalho com temática gospel

Em um vídeo curto Kanye West divulgou detalhes da melodia da canção "Wash Us In The Blood" (Lava-nos no Sangue)

Enciclopédia dos adventistas em formato digital

Enciclopédia é fruto de um trabalho de dezenas de profissionais em várias partes do mundo e inclui material sobre pioneiros adventistas na América do Sul

Juliano Son canta “Nada mudou”, do EP Tudo Novo

Canção é o quinto e último single do projeto musical Tudo Novo, de Juliano Son