24 C
Vitória
terça-feira, 7 abril, 2020

Tribos isoladas têm primeiro contato com o Evangelho

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

PIB da China deve ter no 1º trimestre a primeira queda em 40 anos, diz estudo

O Produto Interno Bruto (PIB) da China deverá registrar no primeiro trimestre a sua primeira queda em quarenta anos, mostra o estudo "Perspectivas do Desenvolvimento Econômico Chinês pós-Covid-19 e impactos para a economia brasileira"

Plataforma Inteligente no combate ao coronavírus no ES

O Centro de Comando e Controle para Ações e Prevenção ao Coronavírus no Estado do Espírito Santo lançou uma Plataforma Inteligente contra a Covid-19. Saiba mais!

Rainha Elizabeth II: “dias melhores virão”

Em 68 anos de reinado este foi o quinto discurso realizado por Elizabeth II, que destacou o esforço dos profissionais do sistema público de saúde na luta contra o covid-19

Igrejas de Cuba terão espaço na televisão nacional

Os evangélicos cubanos de diferentes denominações haviam compartilhado através das redes sociais um pedido dirigido ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT) , para incluir conteúdo cristão em sua programação regular.

Homem que vive em uma aldeia isolada no estado de Oaxaca, no México, abandonou as tradições de sua tribo, que adora os espíritos, e entregou sua vida a Jesus.

Por causa de sua atitude, ele está sofrendo grande perseguição de sua família e amigos. Reynaldo conta que ele seguiu os rituais animistas durante anos, mas nunca entendeu exatamente por que tinha de fazer isso.

“Muitas vezes eu nem sabia por que estava seguindo os rituais. Me diziam apenas que era para ‘não irritar os espíritos’. Passei quase a vida toda fazendo isso, mas me sentia vazio”, disse ele, de acordo com a missão Christian Aid.

A vila de Reynaldo faz parte de um pequeno grupo de comunidades indígenas do México que só agora estão ouvindo o evangelho. Durante os últimos 500 anos eles mantiveram suas tradições praticamente intactas, vivendo isolados em lugares de difícil acesso.

Os moradores dessas tribos sempre foram avessos às tentativas de missionários de morarem no local.

“São pessoas que resistiram à influência ocidental há 500 anos. Para alcançá-las, demora em média dez anos”, explica o diretor da Christian Mission, que apoia o trabalho missionário com indígenas na região.

“Você terá de dar a vida toda nesse trabalho, e talvez nem será aceito pela comunidade. Caso isso aconteça, eles te darão acesso a sua terra e um lugar em sua sociedade”, disse ele.

Missão

Um missionário indígena chamado Mariano trabalhou na aldeia por 11 anos. Depois de muito tempo, mas pouco retorno, ele passou a obra para um crente local chamado Pedro. Era o primeiro convertido do seu povo e se tornou o pastor local. Hoje ele lidera uma pequena congregação de cerca de 20 pessoas.

Na aldeia onde vive Reynaldo, ele, sua esposa, os filhos e os pais dele aceitaram a Jesus e foram batizados juntos. Além deles, há quatro outros cristãos na comunidade.

“Eu decidi seguir o Senhor seja qual for o custo”, disse Reynaldo, ao comentar as dificuldades que tem vivido, que incluem a ameaça de ser expulso da aldeia por ter trazido a “religião do homem branco”.

Mas sua conversão tem renovado a esperança dos missionários, que desejam ver todas as aldeias de Oaxaca alcançadas. De fato, o Estado é considerado o lugar etnicamente mais diversificado do mundo.

Existem mais de 200 línguas e dialetos falados naquele estado mexicano. Cerca de metade de seus habitantes sequer fala espanhol, um dos motivos pelo qual os missionários tiveram tanta dificuldade, pois passavam anos estudando os dialetos, que variam para casa aldeia.

O maior desafio desses lugares é quebrar as tradições tribais. Além disso, em algumas partes do México, onde 80% da população é católica, os evangélicos sofrem perseguição intensa.

Nos últimos anos multiplicaram-se os casos de evangélicos que estavam sendo forçados a se converter ao catolicismo. Em muitos casos, quando se recusaram foram espancados, presos, expulsos de casa ou punidos de alguma outra maneira. O governo mexicano pouco faz sobre o assunto, embora sua Constituição garanta a liberdade de culto.

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Vencendo o medo é tema de campanha da SBB

Nesses tempos difíceis que o Brasil e o Mundo têm enfrentado, a Sociedade Bíblica do brasil quer levar Esperança às pessoas. Por isso, foi lançada a campanha de evangelização "Vencendo o Medo", com o objetivo de compartilhar a Palavra de Esperança.

Danilo Franco traz o pop pentecostal em “Confio em Deus”

Em tempos de isolamento social, a mensagem da canção "Confio em Deus", de Danilo Franco, pode fazer grande diferença na vida de milhares de pessoas. 

Serginho, do Roupa Nova, em projeto gospel

Conhecido por integrar um dos maiores grupos musicais do Brasil, o Roupa Nova, Serginho agora lança "releituras", um projeto com louvores consagrados do meio evangélico

“Me aproximei mais de Deus”, desabafa Yudi Tamashiro

Chorando muito, Yudi Tamashiro contou que a doença foi descoberta há dois meses. Mas só esta semana foi confirmado que o tumor é maligno. Então ele fez um desabafo.