Torcida Ceará Gospel não bebe nem fala palavrão nos jogos

Um grupo de torcedores do Ceará montou neste ano uma organizada diferente das outras.

Na Ceará Gospel, os integrantes não bebem, descartam cantar músicas com palavrões e pretendem aproveitar a aproximação com o futebol para propagar mensagens religiosas.

Segundo o site de notícias R7, a ideia de fundar uma organizada às avessas veio de Josepson Lima. Funcionário de um supermercado em Fortaleza, ele não se sentia à vontade quando frequentava as torcidas tradicionais.

“Eu até tentei me engajar, mas como tem bebida, palavrão e outras coisas, eu não me sentia muito confortável”, disse.

Para resolver o problema sem largar o futebol, o torcedor juntou amigos evangélicos para criar a nova facção em abril.

A novidade atraiu a curiosidade de outras pessoas e logo um grupo de WhatsApp com 50 integrantes foi formado e a página da Ceará Gospel no Facebook ganhou mil seguidores em minutos.

A CAÇULINHA

A torcida leva aos jogos do time a faixa “Ceará Gospel”, de 13 metros. Segundo o fundador, as outras organizadas acolheram a caçula. Antes, a faixa criada pela torcida religiosa foi posicionada ao lado de outra com a inscrição “Ceará Cana”.

SEM PALAVRÃO

“Cantamos as mesmas músicas das outras torcidas. Só que os trechos que falam de cachaça e os palavrões, a gente não canta”, disse Josepson Lima. Não vale nem mesmo xingar os adversários. O grupo cristão é formado na maioria por evangélicos, mas diz aceitar a adesão de seguidores de outras denominações religiosas.

UNIFORME

Os integrantes já até mandaram fazer uma camisa personalizada da torcida. “Estamos abertos a todos que querem levar a palavra de Deus e torcer em paz e tranquilidade nos estádios”, completou Josepson Lima.