24 C
Vitória
sábado, 31 outubro 2020

Tóquio-2020 quer limitar deslocamento de atletas para evitar infecção de covid-19

Leia também

Anvisa informa que não recebeu pedido de registro formal para vacina russa

Quando a Anvisa revisa todos os documentos técnicos e regulatórios e verifica os dados de segurança e eficácia

STF começa a julgar pedido do PDT para afastar Guedes

"A amplitude do objeto da arguição de descumprimento de preceito fundamental não significa admitir seja qualquer ato", registrou Marco Aurélio

Indicador de incerteza na economia cai para 143,8 pontos em outubro, diz FGV

O componente de Mídia recuou 4,0 pontos, para 126,0 pontos, contribuindo negativamente em 3,5 pontos para a queda do indicador geral no mês

“Os atletas têm de ser protegidos e se entrarem em contato com o público podem se infectar”, disse Toshiro Muto

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados para 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus, anunciou nesta quarta-feira algumas medidas que pretende tomar para evitar possíveis infecções de covid-19 entre os atletas. Uma delas é limitar os deslocamentos ao mínimo necessário dos alojamentos para os locais de treino e competição

Esta medida está contemplada na proposta de protocolo de segurança sanitária para a chegada dos atletas olímpicos ao Japão e sua permanência durante o evento, que terá a cerimônia de abertura em 23 de julho e a de encerramento no dia 8 de agosto de 2021. Ela será agora discutida com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e federações.

Os atletas não serão obrigados a cumprir o período de isolamento de 14 dias atualmente imposto a pessoas que chegam ao Japão de uma ampla lista de países estrangeiros, embora tenham de se submeter a testes constantes e terão seus movimentos limitados para evitar o contato com os cidadãos locais.

“Os atletas têm de ser protegidos e se entrarem em contato com o público podem se infectar. Temos também de proteger os cidadãos de possíveis infecções”, explicou Toshiro Muto, presidente do Comitê Organizador, na entrevista coletiva desta quarta-feira.

O protocolo para atletas e equipes técnicas exigirá que estes façam um teste para o novo coronavírus 72 horas antes de viajar para o Japão e tenham um atestado médico com resultado negativo, ao qual uma segunda análise será adicionada na chegada ao território japonês.

Os atletas só poderão se deslocar entre o aeroporto, os locais de alojamento (os locais que vão acolher as equipes olímpicas antes dos Jogos e a Vila Olímpica, em Tóquio, durante a competição) e as instalações esportivas para treinos e competição.

Os anfitriões japoneses também planejam submeter os atletas a testes adicionais na chegada às suas acomodações, durante a permanência e antes das competições, de acordo com as diretrizes de cada federação internacional, de acordo com o projeto para Tóquio-2020.

O deslocamento dos atletas será realizado em veículos especiais habilitados pela organização, que também solicitará aos participantes que relatem periodicamente o seu estado de saúde e registrem a sua localização a todo o momento em um aplicativo móvel para detectar possíveis cadeias de infecção.

Os atletas não poderão, em princípio, usar o transporte público, exceto se este for a única maneira de se locomoverem entre as suas acomodações e os locais das competições fora de Tóquio.

Todas as medidas devem agora ser acertadas com o COI e as federações internacionais, segundo Toshiro Muto, que também confia em “poder contar com o apoio” de todas as partes para poder fechar o protocolo de segurança para os atletas até o final deste ano.

Aspectos como o tipo de teste a ser utilizado e os padrões de eficácia dos mesmos ainda não estão definidos, pois variam muito dependendo de cada país, segundo o presidente do Comitê Organizador de Tóquio-2020.

Posteriormente, os organizadores também irão propor protocolos de segurança sanitária para os voluntários, pessoal médico e outros que possam estar em contato com os atletas, bem como para jornalistas, representantes de federações esportivas e comitês nacionais.

Com informações da Agência Estado.
- Publicidade -

Matérias relacionadas

Vacina contra a covid-19: a marca da besta?

Seria a vacina contra covid-19 a marca da besta, um meio de implantar um chip na população mundial para o controle do anticristo?

Covid-19 pode ser transmitida entre homens e animais?

Pesquisa da Universidade Federal do Paraná investiga se o vírus pode ser transmitido entre homens e animais de estimação. É o primeiro estudo do tipo em um país tropical. Saiba mais!

Covid-19: Anticorpos duram sete meses no organismo

Estudo com 6 mil pessoas mostrou que os infectados pela covid-19 geram uma reação imunológica adequada. Saiba mais!

Líder da Missão Praia da Costa, Pastor Simonton Araújo, está na UTI

Pastor Simonton Araújo dirige a Missão Praia da Costa, em Vila Velha (ES), há 24 anos: "Seja feita a vontade do PAI!", escreveu

Covid-19: Brasil tem 27.750 novos casos e 729 mortes em 24h

De acordo com o Ministério da Saúde, outras 4.414.564 pessoas já se recuperaram da doença.

São Paulo registra 964.921 casos confirmados de covid-19 e 34 877 óbitos

Nessa semana tivemos ainda índices que mostraram quedas expressivas tanto no número de óbitos, quanto de internações", afirmou o secretário estadual de Saúde

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Culto vai celebrar os 48 anos do Hospital Evangélico

Por conta da pandemia, culto de ação de graças será em formato drive-in, em Vila Velha (ES). 

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Larissa e Isabela e Mariana Valadão cantam o amor

Baseada no amor cristão, música é o quarto lançamento de Larissa e Isabela pela Sony

Nova fase da Academia da Bíblia SBB

Com novos cursos, o projeto de capacitação bíblica da SBB deseja auxiliar o cristão no estudo aprofundado da Palavra de Deus. Saiba mais!

Quando Deus é a fonte do equilíbrio em campo e da força emocional

Sucesso na Liga dos Campeões da Europa, o goleiro Keylor Navas, 33 anos, dirige estudos bíblicos com um grupo de 10 pessoas em Paris.

Clovis Pinho, o que vem por aí?

Novo single de Clovis Pinho deve chegar ao mercado em novembro. Saiba mais!