31.9 C
Vitória
domingo, 28 novembro 2021

Ton Carfi abraça a comunidade de Paraisópolis em novo single

Gravado na comunidade de Paraisópolis, segunda maior comunidade de São Paulo, o clipe da canção “Lázaro” conta com atores da própria comunidade, uma ousadia generosa e bem-sucedida de Ton Carfi e sua equipe

Por Priscilla Cerqueira

De cunho de conscientização e humanização do próprio ser humano, propício para os tempos atuais, o cantor e compositor Ton Carfi traz a canção “Lázaro”, que já está disponível em todas as plataformas. Clipe foi gravado em Paraisópolis, segunda maior comunidade de São Paulo e conta participação de atores da própria comunidade. Uma ousadia generosa e bem-sucedida de Ton Carfi e sua equipe.

“Lázaro” é uma composição de Samuel Messias, das muitas que Ton gosta e a terceira que ele grava. O cantor comenta que se identificou muito com esta música porque, além de contar a história bíblica literal da ressurreição de Lázaro pela ação milagrosa de Jesus, ela se encaixa na história atual da humanidade, no contexto do passar “da morte para a vida”, no sentido conotativo, em várias situações.

“Pessoas que estão mortas emocional e espiritualmente, mas que foram curadas nas emoções e no espírito, então, reviveram. Pessoas que estão mortas no sentido da esperança, que perderam a fé, não têm mais esperança de nada e se acomodaram, mas que renasceram com um novo olhar, uma nova visão de vida.

Outras que estão mortas pelo uso de drogas ilícitas e que, muitas vezes, renascem para uma nova vida. Por isso, eu gosto tanto de fazer ações em casas de recuperação. que esta canção lhe dê nova vida, esperança, fé e força para sair de tantas situações difíceis, de algum vício, talvez das drogas, de amizades erradas. Que ela venha lhe dar força”, declara Ton.

A escolha por Paraisópolis

Gravar um clipe em Paraisópolis foi uma decisão em comum acordo entre Ton Carfi e Ricardo Porpeta, seu produtor, para o roteiro, “justamente por ser um lugar onde grande parte da sociedade acredita ser um lugar de ‘mortos’, de pessoas sem futuro, sem valores.

O errado e o certo existem em todo lugar, tanto no bairro nobre quanto na periferia. Gravar o clipe em Paraisópolis foi um meio de mostrar que ali também há muita vida e esperança, pessoas que se esforçam para fazer a coisa certa, que vão à luta para conseguirem um futuro melhor para si e para a família”.

Veja o clipe da canção

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se