Tolerância religiosa vai virar disciplina em sala de aula

tolerancia-religiosa-800x500
Foto: Reprodução

Inclusão da Tolerância religiosa como disciplina na grade curricular nasce de uma parceria entre ministérios do governo federal

Hoje, 21 de janeiro é o Dia Nacional de Combate à Intolerância religiosa. Marco na luta pelo respeito à diversidade religiosa, uma boa notícia. A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, estaria articulando a inclusão de Tolerância religiosa, como nova disciplina na grade curricular das escolas no Brasil.

A ministra acredita que as escolas podem ajudar a diminuir a intolerância religiosa no país. Para isso, fez uma parceria com o ministério da Educação (MEC), comandado por Abraham Weintraub, para a inclusão da disciplina na grade curricular. “Chega de tanta de tanta intolerância religiosa no Brasil”, escreveu a ministra em sua conta no Instagram.

Segundo informações da revista Veja, Damares ainda prepara um curso à distância sobre o tema. Recentemente, a Damares criou o Comitê Nacional da Liberdade de Religião ou Crença para viabilizar a articulação do ministério com outros órgãos e entidades para o reconhecimento do direito à liberdade religiosa.

O comitê vai trabalhar para promover o respeito às diferentes crenças e convicções. Além da preservação do padrão constitucional brasileiro de laicidade, bem como para subsidiá-lo na formulação e proposição de diretrizes de ação e na implementação de planos, programas e projetos relacionados ao respeito às diferentes crenças e convicções, à liberdade de culto e à laicidade do Estado.

*Da Redação, com informações da Veja


leia mais

São Paulo: Lei reforça o combate à intolerância religiosa
Brasil e EUA: aliança pela liberdade religiosa