21 C
Vitória
domingo, 29 maio 2022

Todah Music tem vários artistas indicados ao “Troféu Gerando Salvação”

Foto: Reprodução

“Isso nos inspira a continuar no propósito de fazer o melhor para Deus, para nossos contratados e para o público”, diz executivo da gravadora

Por Patricia Scott

Como reflexo do trabalho de qualidade e excelência, da Todah Music está com vários artistas indicados ao “Troféu Gerando Salvação”. Das 15 categorias da premiação, que é uma das maiores do Brasil, em oito há artistas da gravadora [Artista Mirim, Artista Revelação, Feat. do Ano, Videoclipe, Cover do Ano, Música do Ano, Cantor do Ano e Cantora do Ano].

“Isso nos inspira a continuar no mesmo propósito de fazer o melhor para Deus, para nossos contratados e para o público. Descobrindo talentos e impulsionando também nomes já consagrados. Alguns desses nomes revelados e já consagrados na própria Todah Music”, ressalta Alessandro Porfírio, diretor-geral do Grupo Todah.

A gravadora cristã cresceu muito nos últimos anos. São milhares de seguidores nas Redes Sociais, mais de 1,2 bilhões de views no YouTube, além um cast composto por grandes talentos, como Jessé Aguiar, Stella Laura, Valesca Mayssa, Sued Silva.

É importante destacar que a música “Alívio”, do cantor Jessé, alcançou a marca de 100 milhões de visualizações em apenas nove meses de lançamento. A canção também consta entre as 10 mais da Rádio Melodia, uma grande emissora gospel do Brasil.

O diferencial da Todah, de acordo com Alessandro Porfírio, entre tantas gravadoras no segmento cristão, é o DNA da gravadora. “O Brasil tem uma linda e enorme diversidade cultural e uma musicalidade maravilhosa! Isso se reflete na música cristã, que é riquíssima. O que falta para novos talentos é oportunidade. Enxergamos e implantamos isso desde o início da empresa. Respeitamos o trabalho de outras gravadoras sérias. Algumas delas vieram bem antes de nós”.

É inegável que as plataformas digitais popularizaram e ainda revelou muita gente de talento inegável. Talvez esses artistas estivessem quase anônimos no antigo formato do CD. Certo é que a música cristã se aproximou ainda mais das pessoas que não frequentam igrejas.

“A pessoa está confinada em casa, por exemplo, e ouve uma música cristã que fala em sua alma. Ela jamais compraria um CD daquela cantora, mas a mensagem lhe chega pelo Spotify, Deezer, Youtube, Instagram, Amazon”, pontua Alessandro, que continua: “Essa mensagem transforma. Algo que pode melhorar é a integração dessa música cristã com outras formas de cultura e arte e em outros meios. Música cristã na trilha sonora de filmes, em jogos com temática cristã, em games, em temas de novelas ou em podcast”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se