24.4 C
Vitória
quinta-feira, 2 dezembro 2021

A missionária que transformou a vida de 6 mil jovens no Rio

Tia Ilma, como a missionária é conhecida na comunidade Costa Barros, zona norte do Rio criou o projeto Recriando Raízes para transformar a vida de jovens

Priscilla Cerqueira

Nesta dia internacional da Mulher um exemplo de alguém que faz a diferença na comunidade em que vive. É o caso da Ilma da Silva Rocha Gonçalves, tia Ilma, como é conhecida. Membro da Assembleia de Deus Ide e Semeai, a missionária de 55 anos criou o projeto Recriando Raízes, na comunidade Costa Barros, zona norte no Rio e já mudou a vida de 6 mil jovens.

Trata-se de uma escola com cursos profissionalizantes para jovens. Tia Ilma também aproveita para evangelizar meninos e meninas que, muitas vezes, foram atraídos para a criminalidade.

“O Projeto surgiu no ano de 2000 através da morte de um jovem. Na época eu não trabalhava com o social, mas esse jovem veio até mim e me pediu ajuda. Ele tinha 14 anos e disse: ‘Me ajuda a recriar minha vida’. Ele foi morto em troca de tiro e assim nasceu o Recriando Raízes”, relembra.

Recriando raízes

Foi pensando em como ajudar tantos jovens que são levados para o mundo do tráfico de drogas que ela pensou em oferecer cursos profissionalizantes. O que nasceu de uma forma simples, hoje já é um projeto sólido que forma milhares de profissionais todos os anos.

“Estar à frente do projeto Recriando Raízes para mim é uma grande dádiva de Deus. Se não fosse por Ele, nada disso teria acontecido. É uma missão em que abençoamos vidas”, disse ela que tem a fé em Jesus o que a mantém comandando essa escola.

tia Ilma_projeto
Mais de 6.000 jovens já se formaram em um dos 16 cursos oferecidos. Foto: Arquivo pessoal

Histórias de transformação

Os alunos do projeto não recebem apenas conhecimentos técnicos, mas passam a ter contato com a Palavra de Deus que transforma vidas, como a de Yuri Davidson Lopes de Melo, 21 anos, que deixou o mundo do tráfico ao ter uma oportunidade.

Yuri se envolveu com o tráfico aos 14 anos. Aos 15 viu quatro de seus amigos morrerem em uma troca de tiros. Chegou a ser baleado, mas sobreviveu. “Sem esperança e sem credibilidade, a tia Ilma chegou na minha vida dizendo que a minha história poderia mudar. Não acreditei, mas ela me matriculou no projeto e eu voltei a estudar”, testemunha.

Formado no curso profissionalizante de Refrigeração, ele não parou por aí e conseguiu ganhar uma bolsa de estudos integral no curso de Educação Física em uma faculdade. “Louvo a Deus e agradeço pelas maravilhas que tens feito em minha vida. Hoje sou um jovem referência, casado, chefe de família e servo do Senhor”, conta.

Novas possibilidades

Muitos outros jovens com histórias semelhantes a de Yuri podem ser transformados por este projeto e você pode apoiar essa obra social e missionária. Um dos meus sonhos é ajudar os jovens de todo Brasil, tendo a oportunidade e patrocinadores abriremos em cada estado do Brasil”, comenta Tia Ilma que já está em conversação para criar uma unidade em São Paulo.

Porém, há muitos desafios para manter o projeto, que não conta com apoio de nenhuma instituição social ou igreja. O “Recriando Raízes” trabalha com editais e tem recebido apoio de “O Boticário”, através do projeto “Jovens em Transformação”. Mas há muitas outras necessidades que precisam ser supridas. Saiba mais sobre o projeto aqui e como ajudar!

Veja o vídeo

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se