back to top
25.5 C
Vitória
domingo, 14 DE julho DE 2024

Thomaz Bellucci encerrará a carreira no Rio Open: ‘Hora de começar outra etapa’

Thomaz Bellucci encerrará a carreira no Rio Open: 'Hora de começar outra etapa' - Foto: AvozdoTenis
Thomaz Bellucci encerrará a carreira no Rio Open: 'Hora de começar outra etapa' - Foto: AvozdoTenis

Bellucci não entra em quadra desde o dia 11 de setembro, quando foi derrotado pelo alemão Rudolf Molleker no qualificatório do Challerger de Oeiras 2

Principal torneio de tênis do País, o Rio Open 2023 ganhou um atrativo a mais para a edição de 2023. A competição marcará a despedida oficial das quadras de Thomaz Bellucci. O tenista paulista de 35 anos foi convidado para a chave principal para dar seu adeus oficial às quadras. “É a hora de começar uma outra etapa na minha vida.”

“O Rio Open 2023 será o palco da despedida de um dos grandes nomes da história do tênis nacional. Thomaz Bellucci, campeão de quatro ATPs e melhor brasileiro no ranking masculino após Guga Kuerten, recebe um convite para a chave principal. Obrigado por tudo, Bellucci”, anunciou a organização do ATP 500 em suas redes sociais.

Bellucci não entra em quadra desde o dia 11 de setembro, quando foi derrotado pelo alemão Rudolf Molleker no qualificatório do Challerger de Oeiras 2, em Portugal. Foram poucas aparições na temporada passada após sofrer com lesões em 2021 no tornozelo. Desde o fim do ano que o tenista vinha ensaiando um adeus, mas queria que a despedida “fosse em casa” e acabou atendido.

“Quando criança, sempre sonhei em ser um jogador de tênis. Ficava imaginando como seria jogar em estádios imensos, com milhares de pessoas me assistindo, erguendo troféus e comemorando cada vitória. Mas conquistei muito mais do que jamais imaginei”, disse Bellucci, em seu Instagram, ao anunciar o adeus no Rio Open, que ocorre entre os dias 18 a 26 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro.

- Continua após a publicidade -

“Gostaria de jogar o meu último torneio e, de uma certa forma, me despedir do tênis perto das pessoas que fizeram parte dessa jornada, então agradeço ao Rio Open pela oportunidade de me despedir em casa. Será o meu último torneio como profissional”, disse. “Não é uma decisão fácil, ficarei com saudades de todos os momentos que passei dentro e fora das quadras, mas tenho certeza que há muitas coisas para viver pela frente. Cheguei em um momento que sinto que é a hora de começar uma outra etapa na minha vida”, afirmou.

Campeão dos ATPs 250 de Gstaad (2009 e 2012), Santiago (2010) e Genebra (2015), Bellucci alcançou a 21ª posição do mundo em 2010, ano em que disputou as oitavas de final de Roland Garros, se tornando o segundo melhor brasileiro no ranking de simples, atrás apenas de Gustavo Kuerten.

“O Bellucci é um dos maiores nomes da história do tênis brasileiro. Ele faz parte da história do Rio Open e merecia uma despedida em um grande palco”, disse Luiz Carvalho, diretor da competição. Será a sétima participação de Bellucci no Rio Open, torneio no qual marcou uma de suas grandes vitórias da carreira, superando o japonês Kei Nishikori, na época número 5 do mundo, na edição de 2017. Ele também foi vice-campeão de duplas do torneio, em 2019, ao lado de Rogério Dutra Silva.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -