27 C
Vitória
quinta-feira, 22 abril 2021

Testemunho de cristã que escapou de sequestro após falar de Jesus vira filme

O testemunho de livramento de uma mulher que havia sido feita refém por um criminoso fugitivo virou filme e deverá estrear nos cinemas brasileiros em breve. A história, que ganhou as manchetes do mundo há dez anos, inclui mensagens de arrependimento e fé do livro “Uma Vida Com Propósitos”.

A sinopse do longa, que se confunde com a história de vida de Ashley Smith, fala de uma mãe solteira que perde a guarda da filha por causa de seus problemas financeiros e sua dependência química. Lutando para se livrar dos vícios, Ashley frequentava um grupo de apoio organizado por uma igreja, e lá ela recebeu um exemplar do livro escrito pelo pastor Rick Warren, mas não deu valor à sugestão de leitura.

Ao mesmo tempo, Brian Nichols, um detento que iria a julgamento, matou o juiz responsável pelo caso e na fuga, fez Ashley de refém. Escondido das autoridades, acuado e disposto a tudo, ele pediu que Ashley lesse um trecho do livro para ele, e isso foi determinante para o desfecho da história. A mensagem do capítulo 32 do livro convenceu Nichols a libertar sua refém. À época, o noticiário destacava o livramento recebido por Ashley como algo único.

Agora, com a estreia do filme “Captive” (ainda sem título em português), estrelado por Kate Mara (no papel de Ashley) e David Oyelowo (que interpreta Brian Nichols), o testemunho de livramento poderá impactar muitas vidas.

Atualmente, depois de publicar o livro “Unlikely Angel – The Untold Story of Atlanta’s Hostage Hero”(“Anjo Improvável – A História Nunca Contada da Refém Herói de Atlanta”, em tradução livre do inglês), contando sua experiência, Ashley se dedica a fazer palestras sobre o que viveu e como isso mudou sua vida daquele momento em diante.

O autor do livro “Uma Vida Com Propósitos”, Rick Warren, se disse surpreso com a iniciativa do estúdio de Hollywood em produzir o filme contando o testemunho da jovem. “Isso vai mexer com a sua mente. Estou em estado de choque por um estúdio secular como Paramount Image ter criado algo tão espiritualmente poderoso!”, escreveu o pastor em sua página no Facebook.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

- Publicidade -

Plugue-se