25.9 C
Vitória
quarta-feira, 21 outubro 2020

Temer diz que vai apoiar transição no próximo governo

Leia também

Salles: questões ambientais ocorre onde não há prosperidade

"O governo federal dá suporte aos Estados, fiscaliza em caráter primário as áreas federais, mas não as propriedades privadas", disse o ministro

Collor é alvo em operação contra propinas

A Politéia foi a primeira fase da Lava Jato aberta nas investigações que correm perante o Supremo Tribunal Federal

No Congresso, Doria pede que Bolsonaro respeite Pazuello

"Esperamos que a posição do ministro expressa ontem (terça-feira) seja a do governo Bolsonaro", disse o ministro

Em entrevista ao programa de José Luiz Datena, o presidente afirmou que prestará apoio neste momento difícil

O presidente Michel Temer afirmou neste domingo (2) que prestará toda a assistência necessária ao candidato que será eleito pelos brasileiros. Segundo ele, o período de transição será “inevitável” ao próximo presidente, seja ele quem for.

Durante a entrevista ao programa Agora é Domingo, apresentado por José Luiz Datena na Rede Bandeirantes, Temer contou que o apoio será dado, independente de qualquer coisa.

“Não tenha dúvida, vou colocar todo o aparelho governamental para fazer transição, seja eleito quem for. Porque esta é a obrigação que a Constituição nos determina”, afirmou.

Além disso, o presidente alegou que o apoio será dado porque vê, ainda, a necessidade de uma reforma na Previdência. “Não há governo que chegue ao poder agora que não tenha que fazer a reforma. O assunto saiu da pauta legislativa, mas não saiu da pauta política.”, complementou.

Sobre denúncias feitas a seu respeito feitas por Joesley e Wesley Batista, o presidente reforça que elas são “pífias”. “Os que me foram grampear foram presos. Foi uma trama bem urdida que acabou dando nisso: impediu a reforma da Previdência e a simplificação tributária, que eram os dois temas que completariam [a lista de reformas que o governo se propôs a fazer]”, explicou.

VENEZUELANOS

Durante a entrevista, Temer foi questionado sobre a possível distribuição de senhas para a entrada de venezuelanos no país. O presidente foi enfático ao dizer que a limitação ocorreria para os estrangeiros que atravessam a fronteira apenas para comprar alimentos e remédios.

“Quando nos reunimos com os ministros, concluímos que era preciso disciplinar um pouco a entrada: 60% praticamente voltam, o restante fica aqui. O recebimento da senha [seria porque] você não pode ter 800 entrando de uma vez, 1.000 entrando de uma vez. Então, vamos disciplinar. Entram 200, 300 cada vez. Essa é uma questão administrativa, foi questão minha. Jamais fecharemos a fronteira brasileira por causa de aspectos humanitários”, finalizou.

*Com informações da Agência Brasil

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Reino Unido: Igrejas pedem perdão de dívidas do governo

Diversas Igrejas do Reino Unido se uniram para pedir ao governo que perdoe dívidas das famílias afetadas pela pandemia. Saiba mais!

A igreja deve se posicionar sobre as eleições?

Anônimo A Igreja Adventista reconhece as obrigações do exercício da cidadania, mas não possui e nem mantém partidos políticos, não se filia a eles, tampouco...

Governo ‘provavelmente’ não usará precatórios em programa de renda, diz Mourão

O tema da reforma tributária também seria tratado na mesma reunião do início da semana sobre o Renda Cidadã, mas ficou de lado

Eleições 2020: pastores na disputa não usam o título

Nessas eleições um fato curioso aconteceu, o número de pastores candidatos que usam o título nas urnas caiu 75%. Saiba mais!

STF vai julgar ação do PT que obriga governo a adotar medidas contra queimadas

De 1.º de janeiro a 31 de agosto deste ano, foram registrados pelos satélites do instituto um total de 10.153 focos de incêndio na região

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% em dezembro para 40% em setembro

O Ibope também perguntou os entrevistados se aprovam ou desaprovam a maneira do presidente administrar o País

Comunhão Digital

- Publicidade -

Fique Por Dentro

Semana dos manuscritos do Mar Morto; Saiba mais!

Arqueólogos e especialistas vão apresentar um dos mais impactantes achados da humanidade, na semana dos manuscritos do Mar Morto. Evento, que começa nesta segunda,19, é gratuito!

Live Solidária “Um Com Eles” em Libras

A live solidária, realizada pela Portas Abertas, será transmitida pelo Facebook, e estará acessível a todos que entendem a língua brasileira de sinais. Saiba mais!

Desafio Superação em corrida virtual; É neste domingo, 18

Em alusão ao Outubro Rosa, o Desafio Superação vai mobilizar mulheres cristãs de todo o Brasil em prol da saúde. Saiba mais!

Vovô Raul Gil recebe artistas gospel em live; Saiba mais

A live gospel do Vovô Raul Gil será no dia 21 de outubro e vai reunir personalidades e artistas evangélicos. Saiba mais!
- Publicidade -

Plugue-se

Rayssa Peres em “Somos mulheres de Deus”

Música é uma homenagem às mulheres. Conheça a canção!

Deive Leonardo de volta as pregações presenciais

Fenômeno da internet, Deive Leonardo grava a primeira série presencial em Itajaí (SC) depois de um bom tempo sem gravar por conta da pandemia.

Episódios do Nossa Música Brasileira; Assista aqui!

Nossa Música Brasileira acontece em formato on-line, com episódios até o final de 2020.. Confira aqui!

Os vencedores da Billboard Music Awards 2020

Kanye West levou nove prêmios, em seis categorias. A cantora Lauren Daigle, que ganhou em três categorias do prêmio em 2019, venceu esse ano como melhor artista cristã.