24.9 C
Vitória
sábado, 20 abril 2024

Técnico do Corinthians feminino diz estar pronto para a seleção

Técnico do time feminino do Corinthians diz estar preparado para assumir seleção - Foto: Rodrigo Gazzanel / Ag Corinthians
Técnico do time feminino do Corinthians diz estar preparado para assumir seleção - Foto: Rodrigo Gazzanel / Ag Corinthians

Elias também comentou sobre a atuação do Brasil no Mundial. A queda na fase de grupos foi o pior resultado do Brasil desde 1995

Um dos técnicos mais vitoriosos do futebol brasileiro nos últimos anos, Arthur Elias é o principal responsável pelo sucesso do time feminino do Corinthians. No comando da equipe desde 2018, o treinador conquistou quatro campeonato nacionais (2018, 2020, 2021 e 2022), duas edições da Copa Libertadores (2019 e 2021) e três troféus do Campeonato Paulista (2019, 2020, 2021). Com tal currículo, é natural que o nome do técnico seja ventilado para assumir o comando da seleção brasileira feminina

Com a queda precoce do Brasil na Copa do Mundo, a permanência de Pia Sundhage no cargo é incerta. Ela ainda tem contrato até agosto de 2024 e já manifestou seu desejo de ficar na seleção, mas a CBF ainda não decidiu o futuro da equipe. Na noite deste domingo, dia 6, Arthur Elias foi entrevistado no programa Apito Final e afirmou estar pronto para assumir a seleção brasileira.

“Claro que sim”, ele respondeu quando perguntado se está pronto para assumir o comando do Brasil. “Mas acho que não é o momento, a seleção está com a Pia ainda, vem de um resultado ruim. Não é momento de eu ficar falando sobre seleção brasileira, mas, respondendo diretamente a pergunta, sim, estou há muitos anos no futebol feminino. Não só no futebol feminino, trabalho há 17, 18 anos como treinador de futebol, com a mesma comissão”.

Elias também comentou sobre a atuação do Brasil no Mundial. A queda na fase de grupos foi o pior resultado do Brasil desde 1995. O treinador corintiano entende que não faltou convicção para Pia durante o torneio, mas aponta as discordâncias que teve com o trabalho realizado pela sueca.

- Continua após a publicidade -

“Talvez tenha faltado uma interferência durante o jogo um pouco mais cedo”, ele comentou sobre a partida contra a Jamaica. “Eu penso futebol muito diferente da Pia, já falei isso publicamente, ela já falou isso publicamente. Tenho o maior respeito, a gente se fala muito, mas é muito diferente. Eu vi o jogo de outra forma”.

O trabalho da Pia foi muito criticado por comentaristas e especialistas na modalidade feminina. O treinador brasileiro, entretanto, conta com o apoio de jogadoras e ex-jogadoras. Ao UOL, a ex-goleira da seleção brasileira Thaís Picarte foi categórica ao afirmar que Elias “está preparado há muitos anos” para assumir o comando da amarelinha.

“Conheço a fundo o trabalho do Arthur Elias e ele não está preparado hoje, ele está preparado há muitos anos”. Como pontos positivos, Thaís apontou para a capacidade de Elias de conhecer todas as jogadoras brasileiras, mesmo as que não jogam no País. “Se ele é a melhor opção ou não, eu não sei, mas hoje, no futebol brasileiro é indiscutível que ele é a principal opção”. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -