23.3 C
Vitória
domingo, 14 abril 2024

Técnica da seleção feminina da Espanha deixa Hermoso de fora

Em entrevista coletiva, a nova treinadora da seleção afirmou que decidiu não convocar Hermoso para protegê-la em meio à polêmica de assédio

Menos de um mês após o título da Copa do Mundo e do polêmico beijo do dirigente Luis Rubiales na jogadora Jenni Hermoso, a nova treinadora da seleção feminina espanhola de futebol, Montse Tomé, anunciou a lista de convocadas para partidas da Liga das Nações da Uefa. E Hermoso não foi incluída na relação apresentada nesta segunda-feira.

Tomé chamou 15 das jogadoras que fizeram parte do grupo que levou a Espanha ao seu primeiro título mundial. A maioria havia anunciado um boicote à Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) devido à demora da entidade para tomar decisões em relação ao beijo não consentido de Rubiales, presidente da RFEF, em Hermoso, na cerimônia de premiação da Copa do Mundo, no mês passado, na Austrália.

Em entrevista coletiva, a nova treinadora da seleção afirmou que decidiu não convocar Hermoso para protegê-la em meio à polêmica, que acabou virando processo na Justiça espanhola. Rubiales renunciou ao cargo de presidente da RFEF após ter resistido por semanas seguidas, mesmo depois de ser suspenso de forma provisória pela própria Fifa.

“Estamos todos com Jenni e com todas as jogadoras. Acredito que esta seja a melhor forma de protegê-la”, declarou Tomé, sem revelar se a decisão foi tomada a pedido da própria jogadora. A nova treinadora era auxiliar técnica do seu antecessor no cargo, Jorge Vilda, demitido após a polêmica – ele já era alvo de críticas por parte das jogadoras.

- Continua após a publicidade -

Na lista de Tomé há 20 jogadoras que assinaram um comunicado emitido ao fim da Copa do Mundo em que anunciaram um boicote à seleção. As 39 atletas que constavam no documento pediam reformas profundas na seleção e também na própria RFEF, além da saída de Rubiales. O grupo ainda não se pronunciou sobre a renúncia do dirigente e não informou se seria o suficiente para voltar à seleção.

“As jogadoras são profissionais e eu acredito que vão fazer o seu trabalho muito bem. Elas são campeãs mundiais e elas amam a profissão. É um privilégio estar na seleção nacional da Espanha e eu sei que elas estão conosco amanhã (terça-feira)”, disse a nova técnica da equipe.

A seleção espanhola fará dois jogos pela Liga das Nações da Uefa neste mês. O primeiro será contra a Suécia, na sexta-feira. Depois o adversário será a Suíça no dia 26. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Publicidade

Comunhão Digital

Publicidade

Fique por dentro

RÁDIO COMUNHÃO

VIDA E FAMÍLIA

- Publicidade -