21.1 C
Vitória
sexta-feira, 10 abril, 2020

Sri Lanka diz que atentados foram retaliação a Christchurch

- Continua após a publicidade -

Mais lidas

Bolsonaro: O médico não abandona o paciente, mas o paciente troca de médico

O presidente Jair Bolsonaro usou da analogia do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para sinalizar que ainda estuda a permanência do auxiliar à frente da pasta, após os atritos que ambos tiveram sobre as orientações para isolamento social.

Produtos sazonais da Páscoa tem deflação de 0,99%

Em comparação com 2019, houve recuo médio dos preços. Entretanto, os principais itens do almoço apresentaram aumento expressivo em suas cotações

Marcos Eberlin e médico experiente questionam: “Será mesmo que a cloroquina é tóxica demais?”

Em videoconferência, cientista e médico, que já administrou a cloroquina durante vários anos, questionam sobre os interesses políticos por trás da pandemia

A maioria das igrejas nos EUA planeja uma páscoa digital

93% se encontram on-line em meio à pandemia de coronavírus. Saiba mais! 

O Sri Lanka está sob estado de emergência, que confere poderes especiais às forças de segurança

As autoridades do Sri Lanka afirmaram nesta terça-feira (23) que os atentados suicidas, que deixaram cerca de 300 mortos em igrejas cristãs e hotéis de luxo no domingo de Páscoa, foram uma espécie de retaliação, por parte de radicais muçulmanos, ao massacre em mesquitas ocorrido em março na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia.

“As investigações preliminares revelaram que o que ocorreu no Sri Lanka foi uma retaliação ao ataque contra muçulmanos em Christchurch”, disse o vice-ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, ao Parlamento cingalês, em referência ao massacre que deixou 50 mortos na cidade neozelandesa.

“Esse grupo National Thowfeek Jamaath (NTJ), que realizou os ataques, tinha ligações estreitas com a JMI, conforme foi revelado agora”, disse Wijewardene, numa referência à organização Jamaat-ul-Mujahideen India.

O Sri Lanka está sob estado de emergência, que confere poderes especiais às forças de segurança, incluindo o direito de buscar a prender indivíduos. O presidente Maithripala Sirisena concedeu aos militares um amplo raio de ação para deter e prender suspeitos – poderes que foram usados durante os 26 anos de guerra civil, mas retirados quando ela terminou em 2009.

A polícia local prendeu ao menos 40 suspeitos. As autoridades elevaram para pelo menos 310 o número de mortos, enquanto mais de 500 pessoas seguem hospitalizadas. O presidente cingalês declarou hoje Dia de Luto Nacional. Durante os funerais de cidadãos cingaleses mortos nos ataque de domingo foram observados três minutos de silêncio. Também foram erguidas bandeiras pretas e brancas na maioria das cidades do país.

Os atentados de domingo reviveram o estado caótico instalado no Sri Lanka nos 26 anos de guerra civil, de 1983 a 2009, entre as forças governamentais e a organização separatista conhecida como “Tigres de Tâmil”.

Os ataques contra minorias religiosas no Sri Lanka vêm se repetindo desde 2018, quando o governo teve que declarar estado de emergência depois de confrontos entre muçulmanos e budistas. No Sri Lanka, a população cristã representa 7%, enquanto os budistas são cerca de 70%, os hinduístas 15%, e os muçulmanos 11%.

*Com informações da Agência Brasil.


leia mais

Nova Zelândia – Tragédia na mesquita deixa 50 de mortos

- Continua após a publicidade -

Revista Digital

- Continua após a publicidade -

Fique Por Dentro

Live: “As perguntas cruciais a serem respondidas na crise”

Um dos 25 melhores CEO’s dos EUA, Craig Groeschel fará nesta quinta-feira (02), às 10h30, uma Live exclusiva para o Brasil com tradução simultânea

Vigília online ‘Há uma Luz’: um clamor contra o covid-19

Para levar paz e esperança à população afetada pela pandemia global da Covid-19, a plataforma cristã, InChurch, organizou a vigília online “Há uma Luz” nesta quarta (1º).

26 de março: live – Como inovar na igreja em tempos de disruptura

Nesta quinta (26), as 19h, vai acontecer a primeira live da série "O efeito da liderança na crise” com Josué Campanhã, diretor da Envisionar e Thiago Faria

Novo Som faz show online

Devido a quarentena por causa do coronavírus, a banda vai estar ao vivo no sábado (28) a partir das 20h. Será transmitido pelo Instagram e Facebook

Receber notícias

Gostaria de receber notícias em primeira mão? Assine gratuitamente agora:

Plugue-se

Igreja Renascer faz demissão em massa em TV

A alegação da Rede Gospel para a demissão em massa nesta quarta (8) foi a de que, com o fechamento dos cultos, a arrecadação caiu e não há mais possibilidade de mantê-las

“Mesa solidária” a quem precisa na pandemia

Como uma forma de ajudar a quem precisa, uma moradora de Cruzeiro do Oeste (PR), iniciou o projeto "Mesa Solidária", que atende pessoas que passam insegurança alimentar na cidade

Inovação! Kemuel lança primeiro single em inglês

Com participação de Amanda Malela, a versão de “O Teu Amor” dá início a um novo momento na carreira do grupo

Lives, podcasts cristãos, aumento do consumo digital

Em tempos de isolamento social hoje é consumo digital. Cantores e pastores brasileiros usam lives e publicam podcasts com conteúdos específicos para seus membros Em...